Em Dungeons & Dragons, Oerth, é o nome do planeta que abriga o cenário de campanha Greyhawk. Oerth tem uma inclinação axial de 30º, o que causaria uma forte temperatura sazonal, muito mais que a da terra, não fosse pela magia “bruta” e a magia divina que muda os padrões meteorológicos, tornando mais favorável para a população.

Greyhawk_Oerik Greyhawk - Campanha

Atlas Oerik

Características físicas

Oerth possui uma circunferência com cerca de 42.024 Km, e medida de raio 6.714 Km, cerca de 1% a mais que a da Terra. Não há achatamento da esfera do planeta devido à rotação, e do poder divino que está inserido no cenário.

Oerth tem pelo menos quatro continentes, dentre os quais Oerik situado no hemisfério Norte de que se têm maiores informações. A sudoeste de Oerik reside o menor dos continentes Hepmonaland, situada nos trópicos. Hiperbórea, também chamada de Telchuria (em homenagem a Telchur, deus do inverno) situa-se no pólo norte, enquanto que Polária se encontra no pólo sul.

Greyhawk_Continente-Oerik-600x481 Greyhawk - Campanha

Oerik, O Continente

Existem rumores de que existe ainda um quinto continente chamado Aquárius, situado em algum dos oceanos do planeta.

Oerth também possui um número formidável de ilhas, sendo a maior delas a Ilha do Fogo, representada no mapa como tendo quase metade do tamanho de Hepmonaland.

Oerth no Sistema “Solar”

Leva-se exatamente 24 horas para Oerth fazer uma revolução em torno do seu eixo. O planeta situa-se no centro do Espaço Cinza. Ao contrário da maioria dos planetas, Oerth não pertence a órbita solar. Em vez disso, o sol, e todos os outros planetas do Cristal Esfera orbitam Oerth. Assim o Espaço Cinza abriga um Geosistema, ao invés de um sistema solar. As luas de Oerth, Celene (Kule) e Luna (Raenei), são na realidade, o primeiro e segundo planeta do Geosistema.

Greyhawk_Espaço Greyhawk - Campanha

Sistema Solar

A liga de planetas orbita em torno de Oerth durante aproximadamente 364 dias, por isso o ano é ligeiramente menor do que o da Terra. Luna tem 28 dias de um ciclo lunar, enquanto Celene tem um ciclo de 91 dias.

FLANAESS

Uma rápida viagem por Flanaess denotaria as seguintes fronteiras:

Greyhawk_Mapa Greyhawk - Campanha

Flanaess

A Bacia Baklunish (1) a noroeste, o Império de Iuz (2) no norte, a Península de Thillonrian (3) a nordeste, o Mar de Pó (4) no oeste distante, o Vale de Sheldomar (5) a oeste, A Velha Furyondy (6) e sua fronteira sulista (inclusive com a Cidade de Greyhawk) ao centro de Flanaess, A velha Sulm (7), a fronteira de Aerdy (8) para o leste, o Antigo Grande Reino (9) a leste distante, e a Selva de Amedio (10) a sudoeste.

Certos elementos da geografia de Greyhawk são fantásticos por natureza, como o Mar de Pó e a Terra do Gelo Negro. Outros elementos são mais de perto análogos para o mundo real em especial, Europa como a semelhança geográfica da Península de Thillonrian para a Escandinávia.

Flanaess é o continente mais a leste das terras chamadas Oerik, uma espécie de Europa ao contrário (no sentido Leste-Oeste). Assim pela associação Oerik seria a massa terrestre Euro-afro-asiática, e Oerth o planeta. Seis tipos humanos predominam em Greyhawk, na maioria baseados em culturas reais, como os Baklunish (árabes). As outras são Oerid, Suelitas, Olman, Flã, e Rhennee. Todas essas culturas serão detalhadas mais adiante.

Flanaess abriga a “humanidade iluminada” de Oerth, e muito do sabor do Greyhawk surge da interação das várias “sub-raças” da humanidade: Os Oerid, Flã, Baklunish, e Suelitas. Muitas pessoas debatem a natureza dessas sub-raças (Tentando comparar a análogos do mundo real), mas uma das características distintivas mais fundamentais é o antagonismo entre os Bakluni e Suelitas (e a guerra antiga que quase dizimou ambos).

Várias raças da fantasia também povoam Flanaess, por vezes agindo como aliados da humanidade. Elfos e anões de tipos diferentes têm lugares seguros e poderosos, abrigando muitas vezes nações inteiras, até mesmo com gnomos e halflings que vivem em bolsões (Casas dentro de colinas e montes). Até mesmo onde estas raças estão politicamente avançadas, como em Celene ou nos Feudos Ulek, políticas isolacionistas limitam freqüentemente o poder deles nas regiões em que habitam. Drows delineiam freqüentemente danos contra o mundo, em parceria com outras criaturas abomináveis como orcs, ogros, gigantes, e dragões cromáticos que agem como inimigos. Porém, quando se observa Flanaess como um todo, ela se parece antropocêntrica apesar da presença de tantas espécies fantásticas.

Ao centro do mundo, esta a Cidade livre de Greyhawk, uma cidade única em Flanaess. O misterioso Círculo dos Oito, um grupo seleto de feiticeiros que vivem em Greyhawk, tem como papel de monitorar Flanaess, intervindo quando o equilíbrio das forças é ameaçado por extremos do bem ou mal. Várias facções más ainda prevalecem pelo submundo do continente, inclusive às sombras de mortos-vivos em Aerdy, ou com o semideus Iuz (que rege um território em constante expansão), e a misteriosa Fraternidade Escarlate (de quem doutrinas de purezas raciais e monasticismo fanático sugere comparações com o Nazismo alemão e o Japão Imperial).

Entre as facções que se opõem a estas forças estão os esplendorosos reinos de Nyrond, Furyondy e Keoland e também numerosos reinos menores.

Clima

Flanaess é excepcionalmente abençoada quando se trata do clima. Excetuam-se apenas as latitudes norte onde o frio é constante. No resto de Flanaess as temperaturas raramente caem abaixo de zero, exceto durante os dois meses de inverno, e à noite durante o início primavera e outono. Nas profundezas do inverno em alguns dias a temperatura atinge o ponto do congelamento, a partir de quando o aquecimento começa a surgir gradualmente em seguida. O Nordeste e nas regiões norte centrais tendem a ser consideravelmente mais frias. Uma importante exceção a isso é no Oceano Dramidj, cujo um estranho fenômeno torna as correntes moderadamente quentes mesmo no inverno mais frio. As estações do outono, inverno e primavera são estações bastante curtas, mas o verão no centro de Flanaess dura cerca de cinco meses. Ventos predominantes são provenientes do Nordeste no inverno e outono, e no leste e sudeste em outros momentos. A maioria das áreas de Flanaess tem chuvas suficientes para garantir colheitas abundantes.

Divisões Geográficas

Flanaess pode ser dividido em nove territórios geopolíticos amplamente definidos, a maioria dos quais coincidem com identidades de reinos antigos que outrora dominaram as regiões. A exceção é apenas para a região sul das terras isoladas, algumas das quais não fazem parte de Flanaess (por exemplo, Hepmonaland).

Oeste Baklunish (Remanescente do Império Baklunish)

Sobreviventes da Invocação Devastadora, povos atualmente vivem nestas pradarias temperadas, florestas e terras costeiras desde mil anos atrás. Estes povos hoje se encontram separados do resto de Flanaess pela grande cordilheira de montanhas Yatil, Picos Barrier, e Montanhas Crystalmist, estes reinos são um reduto da cultura Baklunish.

Bitter Norte (“Velha Blackmoor”)

As terras ao norte das montanhas Yatil, a partir do oceano de Dramidj, ao norte da costa do Rio Dulsi, compõem o Bitter Norte. O clima na região das estepes e nas Florestas de coníferas varia de fresco ao frio, fazendo esta área povoada principalmente de nômades, orcs e goblins, excetuando em Terras de Perrend.

Nyr Dyv ocidental (“Velha Ferrond”)

As terras ao norte do Nyr Dyv às Yatil representam um antigo reduto do que há de bom na humanidade em Flanaess. Homens Oerid, flãs, anões e elfos contribuem para o vigor dos reinos ali presentes. O solo rico e o clima agradável, combinado com relações comerciais saudáveis com seus vizinhos a leste, sul e oeste, fazem desta região uma forte e rica.

Vale Sheldomar (“Velha Keoland”)

O fértil vale de Sheldomar é quase completamente de limitado pelas montanhas até chegar ao Mar azul. Dois grandes rios, o Sheldomar e Javã, divisam essas terras entre o Crystalmists e a Lortmils. O clima é quente e suave, e muitos elfos, anões, gnomos, halflings vivem em paz juntamente com suelitas, Oerid, e os agricultores flãs.

Império de Iuz (“Limites a Nordeste”)

O semideus Iuz expandiu seu território a partir do seu reino ao norte do Lago Whyestil original para incluir a maior parte das terras da borda oeste da floresta Vesve, compreendendo assim todo o norte de Flanaess entrando em conflito com Tenh. Essas terras são formadas por deserto de ruínas de cidades humanas arruinadas e atualmente reduto de orcs. O clima na região é de um frio a temperado.

Península Thillonrian (“Bárbaros do Norte”)

Esta montanhosa região encontra-se isoladas a nordeste da borda de Flanaess e é o lar de muitos bárbaros. Os suelitas que nesta região vive a chama sua terra de Rhizia, que tem uma bela paisagem áspera de altas montanhas, Florestas de coníferas, e fiordes profundos. O clima é sub-árctico, com solo rochoso e um curto período de crescimento da natureza.

Antiga Aerdy do Oeste (“Velho Nyrond”)

As terras entre o leste e o Nyr DYV demarcadas ao sul pela baía de Relmor, são terras temperadas e férteis. Os povos Oerid, suelitas e flãs convivem em relativa harmonia nesta região. Esta região foi dominada por reinos vinculados ao império, que posteriormente se separaram e formaram o reino que hoje é Nyrond.

Antiga Aerdy central (“Antigo Grande Reino”)

As terras ao sul e a leste de Flanaess, juntamente com o vasto pântano ao norte ao longo da costa Solnor, já foram o coração da Aerdy, o Grande reino. São terras ricas e de clima agradável, apesar dos longos anos de guerra civil e opressão terem danificado a economia. Muitos orcs e raças goblinóides vivem nesta região atualmente.

Reinos isolados

Essas estranhas terras, o Mar mortal de Pó, a Selva de Amedio, as Terras de Hepmona, a Península Tilvanot, e muitas ilhas ao longo da costa oriental. São regiões são pouco conhecidas para a maioria dos habitantes da Flanaess. Indivíduos de ascendência suelita são encontrados nestas áreas, particularmente na Península Tilvanot, mas outras raças também estão presentes (por exemplo, baklunish nas terras de Hepmona). A maioria das regiões ao sul é quente e sofrem tempestades freqüentes. As terras de Hepmona são classificadas como o 4º continente de Oerth.

Fonte: Gazeta de Greyhawk
Tradução e Revisão: Bruno Brito

Greyhawk – Campanha
4 (80%) 1 vote

pinit_fg_en_rect_red_28 Greyhawk - Campanha

Leia Também: