RELIGIÃO EM CRIVON TORAN

Ladeuss_vs_Xenoubia-600x435 Crivon: Divindades e religiões

A dualidade (bem & mal) e a neutralidade vivem em Crivon Toran.

O mundo de Crivon Toran conta com um vasto panteão, baseado em Forgotten Realms, a Terra Média de Tolkien, jogos como Phantasy Star, Final Fantasy VII e criação própria.

Após o Cataclismo, aproximadamente 1.000 anos atrás, algumas religiões decaíram ao ponto de se tornarem extintas, sendo possíveis razões para isso: não haver mais quem as cultue; crises institucionais de seus cultos que as levaram ao colapso; o assassinato da divindade. Em contrapartida, houveram cultos que se elevaram ao ponto de se tornarem grandes religiões.

Cada Região de Toran, tem seus padrões e conjuntos de divindades próprias daquele povo, nada impedindo que uma religião adversa das definidas possa surgir num determinado local, o que poderá ocorrer é que seu praticante não terá expressividade, poderá não ser bem compreendido ou não receberá apoio local devido a descrença a uma divindade alienígena à Região.

Conflitos e até guerras religiosas são comuns entre Regiões e entre Reinos dentro das Regiões. Um exemplo disso foi a fissura ocorrida no Grande Império Sagrado de Zenobia que compreendia toda Mothavia, o fato culminou no nascimento do Reino de Zenobia (Mothavia) Ocidental com sua capital localizada na cidade de Galbardia – antiga Galdabar, que cultuam predominantemente as novas religiões e o Reino de Zenobia (Mothavia) Oriental, com sua capital na cidade fortaleza de Pários, que cultua predominantemente os antigos deuses.

Existem Regiões onde as religiões são exclusivas delas, como na Siânia (Confederação Sianês) com seus 12 deuses (pode ser encarado com 12 facetas diferentes de um mesmo deus – vide o quadro) e nas Cidades Livres da Torkânia – com divindades no estilo egípcio.

Além disso, na Região da Borgstânia (Império de Esgares) predomina o monoteísmo, com um rígido sistema de conversão, perseguição e extermínio daqueles que forem considerados ou julgados hereges.

É comum às religiões terem templos espalhados pelos reinados para a difusão da fé, além de estimularem e manterem missionários para fazerem o mesmo, no entanto, seus pontífices e sedes maiores, salvo exceções, estarão localizadas nas Capitais dos Reinos.

Algumas religiões possuem afinidades sendo costumeiro que unam forças em causas comuns, assim como é comum a clérigos de divindades opostas, acaloradas discussões de cunho teológico filosófico em tempos de paz, até confrontos titânicos em tempos de guerra quando se encontrarem em lados opostos de um conflito.

Ademais as religiões, normalmente as de cunho leal (ordeira), possuem uma forte estrutura e organização, com sedes próprias como fortalezas, castelos e até cidades, um rígido sistema de castas e hierarquias, onde a subordinação e obediência por vezes beira ao fanatismo.

As religiões de cunho caótico, possuem pouca ou quase inexistente hierarquia e organização, seus seguidores vivem com razoável liberdade e independência de ação, sem prestarem conta, salvo casos especiais.

Já as religiões de cunho neutro, dispões do melhor e do pior dos dois mundos, variando conforme seus integrantes, não sendo incomum divergências e até conflitos internos, quantos aos dogmas.

Em breve estará disponível o quadro com o ranking das divindades por nível de importância (maior, intermediário, menor, morta) e a seleção delas, adoradas por região de Crivon Toran.

REFERÊNCIAS

Wikipédia de Forgotten Realms. Disponível em: http://forgottenrealms.wikia.com/wiki/Main_Page. Visualizado em 25/02/2014;

Acervo de imagens disponíveis na internet.

Adaptação, criação e elaboração: Patrick Nascimento

Crivon: Divindades e religiões
5 (100%) 1 vote

pinit_fg_en_rect_red_28 Crivon: Divindades e religiões

Leia Também: