No dia 07/09/14, das 08:30 as 12:30 tivemos nossa 3ª sessão online via plataforma Roll20 com 100% de presença dos jogadores do Grupo 2. Essa sessão foi a continuação de A Cidade Perdida de Luckendor, 1ª Parte: Cruzando Myd-Arventhor, sessão II.

Nessa sessão os  heróis continuam a viagem pelo deserto de Myd-Arventhor após se recuperarem do combate na primeira noite contra uma horda de esqueletos. Os heróis seguem viagem, guiados pelo Bastão de Haran-Pharak. 

  • Para saber mais sobre essa aventura, clique aqui.

O deserto se mostra um adversário cruel. O calor, ventos, areia e desidratação são adversários que incomodam os viajantes nessas terras. Por enquanto, os mantimentos estão dando para alimentar, hidratar e proteger os heróis. Mas, preocupações sobre os próximos dias já começam a aparecer…

Mais dois dias de viagem se passam. Durante a noite o grupo mantém a formação original para a vigília dos turnos (em duplas).

No 4º dia de viagem, os heróis são surpreendidos por criaturas que emergem das areias!

Seis criaturas semelhantes a vormes, com dentes afiados e um ferrão terrível ao lado de duas criaturas humanoides que parecem ter saído do pesadelo cercam os heróis e atacam como se não vissem comida a muito tempo!

Os heróis enfrentam as criaturas em um combate rápido, porém mortífero. Os monstros lutam com selvageria, como se a morte dos heróis significasse a sobrevivência deles nessas areias escaldantes.

No final os heróis saem vitoriosos, apesar de perderem dois cavalos e alguns dos membros terem ficado envenenados.

Arzien_Sessao_online_3 A Cidade Perdida de Luckendor, 1ª Parte: Cruzando Myd-Arventhor, sessão III

Os heróis são surpreendidos por criaturas que emergem das areias.

Arzien_Dustblight A Cidade Perdida de Luckendor, 1ª Parte: Cruzando Myd-Arventhor, sessão III

Este revoltante humanóide curvado parece ser composto de cinzas. Filetes de fluxo sanguíneo como veias estão expostos em sua pele ressecada e áspera. Sua boca exibe terríveis dentes e suas garras parecem ávidas por novas vítimas.

Arzien_Ashworm A Cidade Perdida de Luckendor, 1ª Parte: Cruzando Myd-Arventhor, sessão III

Esse verme sem olhos é grande como um cavalo. Ele é coberto com uma camada fina de placas de quitina roxas pálidas. Um ferrão desagradável treme no final de sua cauda.

A Cidade Perdida de Luckendor, 1ª Parte: Cruzando Myd-Arventhor, sessão III
Avalie o conteúdo

pinit_fg_en_rect_red_28 A Cidade Perdida de Luckendor, 1ª Parte: Cruzando Myd-Arventhor, sessão III

Leia Também: