The Dark One’s stratagem: finding the Esper and the Aeroprism

Para ver o capítulo anterior, clique aqui.

381a0-alis_landale2b2528425292bamadurecida Estratagema do Obscuro: encontrando o Esper e o Aeroprisma

Alis amadureceu em sua jornada. Fonte: internet – atriz Flávia Alessandra.

Dois anos e meio desde o início de sua jornada haviam passado, Alis, mais madura e agora na companhia de Myau e Odin, trilharam muitas aventuras a serviço da Resistência, contando com a ajuda de muitos aliados por onde passaram, mas permaneceram como um trio – Alis adquiriu um receio em manter novos aliados próximos por muito tempo, muito em razão das mortes de Nekise e Suelo.

Foi quando numa missão que os levou ao Reino de Pedra Rubi para encontrarem um alquimista aliado dos rebeldes, souberam que um perigoso ex-caçador de recompensas e atual agente do Império Virghária, de nome Achilles Espada Veloz, havia aprisionado o excêntrico alquimista, o meio elfo Luveno, e o estava conduzindo para Passeo.

Destinada a cumprir com a missão e ao mesmo tempo fazer justiça por seu irmão, a Heroína de Caminithe partiu com seus amigos no encalço do agente, que ao ser encontrado, mostrou-se um astuto e temível adversário. Mas Achilles e seus subordinados sucumbiram perante a determinação e força da destemida Alis e de seus companheiros.

Uma vez livre, Luveno os informou que os intentos do Imperador para com ele eram o de descobrir o paradeiro das armas de Lacunian, para poder guardá-las numa paradeiro secreto onde nunca pudessem ser encontradas. E como o alquimista era notoriamente conhecido como um especialista em localizar itens de grande poder,  Lassic queria aprender o segredo de Luveno para localizar qualquer item, até mesmo as armas legendárias.

Luveno Estratagema do Obscuro: encontrando o Esper e o Aeroprisma

Luveno alquimista, conversou com o grupo de Alis.

O Alquimista destacou que os rumores criados sobre sua descoberta estavam equivocados porque ele havia criado um item capaz de localizar pessoas, não itens, complementando que o melhor seria, através de sua bússola mágica, localizar alguém que soubesse do paradeiro do verdadeiro artefato capaz de localizar, com precisão, as tais armas de lacunian.

Assim, Alis, Odin e Myau vieram a saber da existência do Aeroprisma de Tarzemal.  Mas para encontrarem este artefato, eles precisariam da ajuda de um Esper.

Luveno sabia que somente a força não faria páreo para os grandes poderes arcanos de Lassic e daquilo que estava por trás de seu grandioso poder. O alquimista indicou um notável prodígio entre os Esperes, seu nome era Noah Isa Lanai, mais conhecido pelo nome élfico de Lutz (Prodígio). Ele alertou que Noah estava a muito tempo realizando estudos sobre o Obscuro e que não atenderia ninguém, se não fosse mediante uma recomendação de alguém de sua estima.

Compass-600x551 Estratagema do Obscuro: encontrando o Esper e o Aeroprisma

Luveno deu a bússola mágica e um carta.

Assim, além de entregar ao grupo a Bússola de Luveno – para poderem localizar o esper Noah, ele lhes entregou uma carta pessoal dirigida a Lutz, para que o arcano os ouvisse.

Eles seguiram a indicação da bússola e partiram para a Cordilheira da Morte para encontrar a comunidade de esperes, na famosa e quase inalcançável Torre de Cristal para conseguir o auxílio do arcano.

Após meses de viagem, em seu caminho para a Cordilheira de Kardis, eles passaram por mais aventuras, durante uma deles, num encontro com um outro grupo da Resistência, ouviram os rumores de que o Rei de Brigstone havia conseguido forjar uma aliança com o Império da Torkânia e alguns reinos menores que ainda se estavam descontentes com a influência do Império em seus territórios.

Alis e seus companheiros, em suas andanças por Toran, forma parcialmente responsáveis por conseguirem alicerçar essas alianças a fortalecendo com a junção do Reino Anão de Dalagarth e o Reino de Pedra Rubi, que se mostraram leais a causa.

O desafio do Espelho do Gêmeo Reverso e o encontro com Noah

Com o fim dos desafios impostos pela inóspita Cordilheira da Morte, durante os quais, ao trilharem o caminho subterrâneo, que também era o lar do perigoso dragão branco Graodan, eles encontraram o antigo Espelho do Gêmeo Reverso – item bastante utilizado pelo grande réptil para desafiar os invasores. Alis, Odin e Myau tiveram de confrontar seus piores inimigos até ali: uma versão corrompida de si mesmos.

59928-crystal_tower_artwork-882x1024 Estratagema do Obscuro: encontrando o Esper e o Aeroprisma

O grupo chegou a Torre de Cristal.

Eles tiveram suas forças de vontade e ideais postos a prova durante o desafio, mas conseguiram  vencer e aprenderam um pouco mais sobre si mesmos e sobre suas fraquezas. Após vencerem seus espectros, eles alcançaram a fantástica Torre de Cristal, quartel general dos Esperes, que se revelou a eles em meio as brumas do lugar.

Alis e seus amigos, me meio a aolhida dos Esperes – que acreditavam que eles eram novos candidatos para a ordem, encontraram Noah Isa Lanai, o borgón os tratou incialmente com frieza, pois sua mente estava ocupada demais para lhes dar atenção.

416d6-noah Estratagema do Obscuro: encontrando o Esper e o Aeroprisma

Somente após ler a carta de Luveno, decidiu deixar seus compenetrados estudos sobre o atual desequilíbrio que se abateu sobre Crivon Toran e se uniu a Alis e seus companheiros para encontrarem o Aeroprisma – único item capaz de encontrar as armas de lacunian.

O Esper soube informar o paradeiro do item, pois em seus estudos, desvendou que  o artefato estaria no Reino Élfico de Heredra, sob a posse do arquimago Laufuss Guindolthan.

O arcano informou que tinha sob sua posse o Baú dos Infortúnios, que havia encontrado abandonado no Labirinto de Tarzemal quando se aventurou para descobrir se Força das Trevas ainda estaria lá aprisionado. Mas o chegar ao labirinto, tudo o que havia encontrado eram restos dos guardiões derrotados, armadilhas desarmadas e, por fim, os corpos de aventureiros. Sendo que um deles, um guerreiro, havia escrito com o próprio sangue seu nome (Cezar Landale) e o nome do traidor Lassic, como o verdadeiro autor por trás de suas mortes.

O temor de Noah se confirmou quando encontrou o artefato aberto e vazio. Ele contou ao grupo o que significava a presença do Obscuro livre em Crivon e após relatar o que sabia sobre a nefasta entidade que havia pesquisado, destacou que
seria preciso utilizar o baú mágico para aprisionar Força das Trevas mais uma vez.

Alis, chocada com a descoberta, assim como seus aliados, decidiram embarcar na nova jornada, dando a Lutz um lugar em seu grupo.

Meses depois, ao chegarem em Heredra, os destemidos aventureiros encontraram entre os elfos cinzentos um povo não muito solícito a interferir nos assuntos dos humanos, ou permitir que o grupo adentrasse seus domínios na busca pelo Aeroprisma.

Entretanto Alis e Noah, após passarem dias acampando no entorno da Floresta Élfica, resolvendo problemas enfrentados por pequenas comunidades daquele lugar contra trolls das matas que começaram a infestar aquele lugar, conseguiram convencê-los a deixarem que entrassem na floresta e tentassem encontrar e adentrar outro perigoso labirinto.

Para os elfos, permitir que adentrassem aquele labirinto significava decretar a sentença de morte para aqueles bravos heróis. No entanto, superando as expectativas élficas, eles foram ao Labirinto de Laufuss, onde o prisma estava sob a proteção de poderosas criaturas mágicas.

labirinto-de-lawfuss-entrada-600x329 Estratagema do Obscuro: encontrando o Esper e o Aeroprisma

Entrada do Labirinto de Lawfuss.

O grupo conseguiu, com muito esforço, vencer os desafios impostos pelo labirinto e saíram de lá triunfantes, fortalecidos e com o Aeroprisma de Tarzemal em mãos. Felizes por terem conseguido vencer os desafios sem nenhuma casualidade no grupo, que mesmo com o recém integrado Noah, conseguiu trabalhar de forma harmônica e integrada.

Ao ativar o Aeroprisma, o artefato emitiu uma luz que os guiou até o âmago da Floresta Élfica de Heredra, revelando a eles todo o esplendor daquele reino em meio a mata. Tudo levava a crer, que naquele mesmo lugar, haveria uma arma de lacunian. Eles não poderiam sair dali até elucidarem esse mistério.

Para ver a continuação, clique aqui.

Criação e elaboração: Patrick Nascimento
Fonte de imagens: internet

Estratagema do Obscuro: encontrando o Esper e o Aeroprisma
5 (100%) 1 vote

pinit_fg_en_rect_red_28 Estratagema do Obscuro: encontrando o Esper e o Aeroprisma

Leia Também: