Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Greyhawk, Reinos de Flanaess

Demesnes: O Reino dos Elfos de Celadon

Apesar de atualmente Demesnes ser uma terra decadente e envolta em trevas, outrora já foi uma rica e voluptuosa nação élfica. Respeitados pelos homens do Ducado Paladínico de Urnst, Demesnes era o lar de famílias élficas a mais de 2000 anos. A nação representava a beleza da cultura élfica nos reinos do sul de Flanaess e suas cidades e vilas viviam harmoniosamente com a natureza.

Nos dias atuais o Reino de Demesnes está inserido na Floresta da Sombra Negra (antiga Floresta Celadon) e suas cidades e vilas foram tomados pelos caos perpetrado pelos Drows de Sirrel-Dramaskan.

Rathnar “Lâminas Ardentes” Selfanar, um herói elfo de Demesnes, é um dos poucos sobreviventes dessa poderosa nação. O guerreiro elfo luta para recuperar a honra do seu decadente reino, trazenda a paz para o seu povo e para a Floresta Celadon.

Confira abaixo mais sobre esse fabuloso reino antes de suas terras terem sido assoladas pelo mal.

Greyhawk_Demesnes Demesnes: O Reino dos Elfos de Celadon

Aurora, o Castelo de Demesnes

Estatísticas do Reino

Governo: Monarquia divina
Rainha: Diloni Nüdi Cirlieü (Dämila Nova Canção ou também chamada por Ye´Cind)
Famílias: Selfanar (Diplomacia), Elisians (Magia), Golenar (Religião), Aeshiar (Tradição)
Capital: Demesnes
Economia: Artesanato , agricultura, Pecuária e agricultura – Auto-sustento.
Raças:Gnomos (2%), Halfling (1%), Elfos (97%): Alto-elfos (70%), Elfos silvestres (30%).
População: 6.213 habitantes (Contagem do ano 596 AC)
Cidades: Falinor (45%), Auroriel (29%), Demesnes (10%), Rota (16%)

RESUMO
Situado próxima ao coração de Celadon encontra-se uma das mais fantásticas civilizações de Flanaess. No alto de uma verdejante campina por onde passa uma das foz do rio Nesser e conectada a uma colina segue uma bela ponte que conduz aos portões da capital do reino dos elfos. A fortaleza é pincelada por um tom bege com detalhes em vermelho.

O reino dos elfos é governado pela matriarca dos elfos, cuja dinastia é configurada por uma combinação de quatro Eilynoi [Eilá-noa] (famílias em elfo) élficas. A cada 400 anos um membro de cada família tem sua árvore genealógica avaliada e aquele cujas raízes estiverem mais próxima da linhagem divina de Ye´Cind (1) é eleito o governante dos elfos pelo período. Este processo é antigo e se encontra perdido nas origens de onde nasceu. Há 2.000 anos a família Elisians rege o destino dos elfos de Celadon

Como é de conhecimento comum em Demesnes, a soberana dos elfos quando atravessa o ritual da majestade o eleito deixa para trás seu nome e família e deixa para trás qualquer vínculo de sangue ou familiar. Contudo o que denota maior importância no papel real é a lendária encarnação de um dos Seldarine (2). Uma divindade dos elfos assume o corpo do soberano e a partir deste momento passa a oficialmente governar pelos elfos oficialmente. Este processo vale salientar acontece para todos os reinos elficos existentes em Flanaess, acontecendo até mesmo para os drows.

Atualmente a divindade que assume o corpo da rainha é Ye´Cind. Muitos elfos referem-se a Rainha por este nome, não sendo considerado uma afronta ou falta de educação. Este gesto é tido muitas vezes a depender da ocasião como um gesto de respeito. Em tempos de paz, é comum ver a rainha passear pelos seus domínios. Sua presença por onde quer que passe, é tido como sinal de prosperidade. Nestas ocasiões ela escolhe um morador aleatoriamente e caso o chefe da família permita ela passa todo o dia nesta residência. É considerada uma das maiores honras abrigar a majestade dos elfos. Este ato permite a soberana conhecer as necessidades de seu povo.

Demesnes encontra-se entre os Jardins Ancestrais e o Monte Uma. Os Jardins representa uma muralha natural que protege a capital. A passagem por ele é obrigatória para chegar a Demesnes capital. Segundo as lendas, se as intenções dos visitantes não for hostil o jardim é uma estrada reta por um belo e exuberante jardim, contudo caso as intenções dos visitantes venha representar uma ameaça aos elfos, o jardim se revela como um intrincado e perigoso labirinto. Este jardim foi construído por Laufus a quase 4.500 anos atrás. O Monte Uma é um antigo e adormecido vulcão, cujo transpô-lo representa um derradeiro desafio a natureza bruta.

Falinor, Rota, Auroriel e Antecer compõe as cidades vigilantes dos elfos:

Antecer (Argadam) – Conhecida como a cidade guardiã, é governada pelo Alto Conselho da Magia. É regida pela eilynoi Elisian.
Auroriel (Lemümoan) – Guarda boa parte dos segredos mais importantes dos elfos demesnos e a respeito de Celadon. Recentemente foi alvo de um violento ataque pelos dros de Sirrel Dramascan oriundo das profundezas dos picos Cavadilhos. Auroriel é governada pela Cúpula do Conhecimento, a eilynoi dos Aeshiar. A cidade conseguiu resistir graças a intervenção de um antigo artefato dos elfos recarregado a partir da essência de vida de uma druida, e também graças a força e poder de Aerie Seldarine uma Campeã de Corellon Larethian.
Falinor – Cidade a qual se encontra o maior número de elfos atualmente.Tida como centro de todo o culto dos elfos, é governada por um único elfo, o arcebispo Haelis Dal, um poderoso Campeão de Corellon. Falinor atualmente encontra-se sob ataques contínuos dos drows.
Demesnes – Até o momento Demesnes permanece incólume ante os ataques. Governa e protege todos os elfos refugiados das demais vilas menores existentes nos arredores do reino élfico.
Vila de Rota ou (Voni lia Rügi) – Governada pela família Selfanar, é responsável pelo contato entre os elfos e demais povos. Mantém vigilância contínua sobre o comércio que é realizado na floresta e sobre quem trafega no rio Nesser. Os Selfanar observam a tudo e a todos da onipotente Torre da Diplomacia (Gümma lii liotnülidoi).

Greyhawk_Mapa-de-Demesnes Demesnes: O Reino dos Elfos de Celadon

Mapa do Reino Élfico

Conflitos & Intrigas: O reino vem sendo atacado pela horda drow originária de Sirrel Dramascan. A aproximadamente 300 anos sucessivos feitos mágicos vieram diminuindo a proteção mágica das Muralhas Arjónicas, um campo invisível que barrava a passagem dos drows oriundos dos Picos Cavadilhos. Porém recentemente essas muralhas deixaram de existir, e os drows deixaram o exílio nas profundezas dos picos e iniciaram a execução de um plano elaborado durante décadas, para este momento.

Um dos eventos de conhecimento druídico de aventureiros das floresta em ataque, foi a deposição da rainha drow Kimliiri Pana, assassinada por sua irmã Mesura Pana, a mais poderosa sacerdotiza de Lolth existente no reino drow. Desde então iniciou-se uma série de pequenas incursões a Demesnes com auxílio de dois aliados do mundo da superfície: Uma corruptora de nome Calista e um dragão verde de nome Karenax – O vil, do que pouco se sabe sobre ambos.

Com a ajuda dessa druidisa corrupta e do dragão, quase Auroriel e Falinor tornou-se uma cidade de sombras, caso o ataque não tivesse sido simultâneo nas duas cidades, uma não resistiria ao ataque conjunto. Calista e um exército drow seguiu para Auroriel e Karenax com um exército seguiu para Falinor. Os drows estavam sendo liderados por um grupo drows denominados a Coorte Negra, que se dividiu para liderar os dois exércitos.

O dragão foi derrotado, porém não destruído, por 4 heróis: Lilack, Arinus e William Thoms e Rana Galumba. Estes quatro heróis conseguiram graças ao poder da magia de um antigo artefato derrotar Karenax e os drows. Aqueles que testemunharam viram os drows desaparecerem um a um como que teleportados para fora da área da cidade, deixando apenas o dragões contra os elfos e os 4 heróis.

Após isso Falinor foi envolvida por uma proteção antiga dos elfos – O Escudo de Corellon, que no mesmo instante também surgiu nas cidades élficas de Antecer, Demesnes e Falinor, todas as cidades élficas que detinham um pedaço do coração de Hanali Celanil. A única cidade até então “desprotegida” é Auroriel (3).

O preço desta vitória foi a morte de William Thoms no confronto contra o dragãoe Rana Galumba consumida pela utilização do atefato.

1 Ye´Cind – semi-deus elfo da música e canções mágicas.
2 Seldarine é o nome do circulo dos deuses elficos, cujo líder é Corellon Larethian.
3 A razão pela qual Auroriel é a única cidade desprotegida é um segredo do conhecimento de poucos.

Quer conhecer mais sobre o cenário de campanha de Greyhawk? Clique Aqui.

Demesnes: O Reino dos Elfos de Celadon
Avalie o conteúdo

Leia Também:

1 Comment

  1. Toda criação tem um proposito, e te digo meu amigo, construímos isso juntos ao longo de quase dez anos de jogo. Rathnar amadureceu de um herói determinado e inconsequente para um raelar (general) das forças élficas da resistência.

    O que significa toda essa história agora, se perder na obscurescência de Celadon, conhecida como Floresta Obscura?

    Finalmente essa trama está pronta para ser desamarrada e revelar a Rathnar onde tudo começou.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén