Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Aventuras em Greyhawk, Greyhawk

Pontyrel – Travessia pela Floresta Obscura II

Rathnar e Lester, rumam para Pontyrel onde esperam encontrar a figura de Sabyr Arkadani, que segundo Tamoreus é sua reencarnação. Rathnar e Lester levam consigo o corpo nauseabundo de Talglor, na expectativa de encontrar alguma forma de trazer o poderoso anão de volta a vida através da magia de fé de algum clérigo de grande poder na cidade de Pontyrel, porém para chegar ao seu destino, eles terão que atravessar a floresta Obscura e lidar com seus perigos e encontros inusitados.

Clique Aqui para ler a Primeira parte dessa história.

Greyhawk_Dormindo-na-clareira Pontyrel - Travessia pela Floresta Obscura II

O grupo descansa finalmente, enquanto Rathnar
mantem a vigília do primeiro turno

Junto com o ranger Arzentop, Lester e Rathnar conseguem dar conta rapidamente do trio de gorilas selvagens e prosseguir viagem junto com um grupo de aldeões originários de Durone, a jovem Celina, uma meretriz da vila de Durone, a matriarca parteira Mary Siltir, Thorm um jovem agricultor e outras três mulheres que viviam do comércio, em verdade da feira em Durone.

Após um penoso dia de caminhada, o ranger Arzentop alerta Rathnar e Lester dos rastros do que parece ser uma fera sombria nas imediações e insiste em prolongar a jornada do grupo pela mata, porém exauridos, cansados, com frio e fome, permanecem em um território de aspecto suspeito ao ranger.

Arzentop Skyflesh demorou a dormir, incomodado com a dor nas articulações, e a constante preocupação com a área onde todos se encontravam e isso foi sua salvação, pois três bestas silenciosas vieram de encontro ao grupo atacando-os furtivamente quase sem dar chances as primeiras vítimas.

Greyhawk_Encontro-com-as-feras-sombrias Pontyrel - Travessia pela Floresta Obscura II

Encontro com as Feras Sombrias

As feras chegaram fazendo de suas vítimas uma jovem que Rathnar havia auxiliado por conta de seus ferimentos nos pés, uma outra mulher deitada ao lado de Arzentop e ainda surpresos uma das feras atingiu gravemente o jovem Thorm.

Ainda que assustados todos acordaram de sobressalto, Rathnar e Arzentop foram os primeiros a reagir com ataques às criaturas, entretanto para piorar a situação, a pelagem das criaturas dificultavam conseguir atingi-las. O combate fez mais uma vítima, o jovem Thorm não resistiu aos ataques das feras e Lester que estava mais próximo não conseguiu salvá-lo. Em uma iniciativa desesperada o halfling começou a falar ditamos mágicos e com gestos síncronos desapareceu!

Greyhawk_Fera-Sombria2-600x354 Pontyrel - Travessia pela Floresta Obscura II

Fera Sombria

O combate fora ferrenho, mas as habilidades combinadas de Rathnar, Arzentop e a poderosa conjuração de um elemental da terra, pôs fim rapidamente ao perigoso combate. Tanto Rathnar como Arzentop terminaram o combate extremamente feridos. Um dos felinos em um rompante de sobrevivência conseguiu escapar. E o predador havia se tornado presa ao final do encontro.

Mas o desafio tinha deixado suas marcas, 3 dos aldeões estavam mortos, e os demais em choque, agradecendo a todos os deuses pelo poder e capacidade do elfo, meio elfo e do halfling mágico.

——————————————————————————————————–

6 dias se passaram após este encontro e finalmente o grupo chegou as margens da cidade de Pontyrel, do alto de uma escarpa eles observam em um planalto a cidade de Pontyrel confusa em meio a extensa mata que cerca suas muralhas de madeira. Aqui e ali a vegetação irrompe pelas fronteiras da cidade e as fazendas abundantes de outrora deram lugar a uma extensa mata que se espalha como uma praga impedido o cultivo da terra e de animais de pasto.

O grupo sente o forte cheio de decomposição que vem do corpo do anão Talglor, moribundo no lombo do cavalo mágico de Lester. Arzentop o infundiu com ervas e um óleo, porém amenizou muito pouco. Rathnar e Lester  temem pela possibilidade de retorno do jovem anão em tal estado.

Arzentop e Rathnar irão sondar o clima da cidade para saber se é segura para deixar as pessoas, enquanto Lester fica em uma clareira próxima aguardando o retorno de seus companheiros.

Que novos perigos reserva aos heróis?

Pontos de Experiência:

Rathnar 2.400 (Criaturas e Encontros) + 350 (Interpretação mínimo 0 máximo 1000) – TT 2.750
Lester 2.400 (Criaturas e Encontros) + 450 (Interpretação mínimo 0 máximo 1000) – TT 2.850

Pontyrel – Travessia pela Floresta Obscura II
Avalie o conteúdo

pinit_fg_en_rect_red_28 Pontyrel - Travessia pela Floresta Obscura II

Leia Também:

1 Comment

  1. Excelente sessão.

    Cada vez mais vem dominando as ferramentas do Roll20 meu caro. O clima noturno na floresta, com musica de fundo e uso do fog of war foi muito bom.

    Quanto a história, Rathnar passa por uma mudança em seu comportamento.

    O elfo, que acabara de voltar do mundo dos mortos após 2 longos anos, não esta reconhecendo mais sua Floresta natal e o Ducado de Urnst. Ele também não se reconhece mais como antigamente.

    A sensação é que o mal venceu.

    Rathnar se sente triste por tudo isso que aconteceu. Porem, ele ja superou a fase de baixa auto-estima e sensação de ter levado seu grupo a ruína. Agora ele apenas quer resolver tudo da forma mais rápida e objetiva.

    O antigo Rathnar apreciava os prazeres da vida e da natureza. Era boêmio e galanteador.
    O atual Rathnar esta mais sombrio, um reflexo direto da situação atual que o seu povo e a própria natureza esta passando.

    Contudo, o elfo jamais deixará de lado seus valores e seu coracao bondoso. O fim não justifica os meios.

    A natureza esta maltratada e corrompida.
    Seu povo está oprimido diante do manto de trevas e do caos que se assolou nas terras de Urnst.

    Ele sabe que precisa ser irresoluto e incansável em sua jornada.

    Para se alcançar a paz deve-se passar pela guerra.

    E Rathnar sempre estará preparado para uma.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén