INTRODUÇÃO:

Os cenários de fantasia medieval costumam ser povoados por diversas raças não humanas. Muitas delas fornecem excelente matéria prima para os personagem dos jogadores, mas algumas são tão poderosas, malignas ou bizarras que se prestam melhor ao papel de personagens do Mestre.

Em termos de regras integrar uma raça não humana possui um custo em pontos equivalente à soma do custo em pontos dos modificadores de atributos, vantagens, desvantagens, perícias e peculiaridades aplicáveis, em circunstâncias comuns, à média dos seus membros.

A maioria das vantagens, desvantagens e perícias pode compor o conjunto das características de uma raça pelo seu valor usual, embora hajam exceções.

GURPS True High Fantasy – Capítulo I – Introdução
Avalie o conteúdo

Leia Também: