Dando continuidade a abordagem mais detalhada das raças em Pathfinder, segue uma das raças mais gostosas de se interpretar: MEIO-ELFOS

Consulte o Índice aqui

Meio-elfos são os órfãos sem sociedade, carismáticos e apaixonantes, indivíduos que nunca estão em casa. Muitos meio-elfos se atiram em carreiras sociais facilmente, mas na maioria das vezes ficam pouco tempo em um mesmo caminho. Outros buscam a realização espiritual ou trabalham para aperfeiçoar seu talento mágico nato, enquanto uns poucos se resignam a uma vida de isolamento em locais selvagens em profunda misantropia.

Meio-Elfos variam na aparência tanto quanto os homens e os elfos, abrangendo todas as tonalidades imagináveis de cor e tipo de cabelo, olhos e pele, mas também possuem um traço de fascínio e graça. Os meio-elfos possuem também uma infinidade de talentos, que dependem de sua origem, natureza e linhagens. Alguns Meio-Elfos possuem diferentes características raciais de ambas as partes (humana e élfica). Embora sejam bem comuns como aventureiros e andarilhos, meio-elfos são raros em muitas partes de mundo. Eles se envolvem profundamente tanto com humanos como com elfos. Muitas famílias aceitam um meio-elfo e dão-lhes ternura e amor, porém isso não é regra, sendo muitas vezes considerados como exemplos vergonhosos. Muitos meio-elfos possuem um passado obscuro, e não se tem conhecimento de sociedades formadas exclusivamente por membros desta raça.

Pathfinder_Meio-elfos03-480x600 Meio-Elfos em Pathfinder

MEIO-ELFOS AVENTUREIROS

Meio-Elfos aventureiros muitas vezes se especializam em classes com apelo social ou optam por personagens multi-classe, eles buscam encontrar a combinação perfeita que adequem sua personalidade multifacetada.

Alquimista: Meio-Elfos são muito curiosos e muitos se dedicam a estudar as passagens da alquimia, muitas vezes mostrando grande habilidade nas misturas e repartição de elementos voláteis.

Bárbaro: Meio-Elfos bárbaros oriundos tipicamente de pais selvagens, tendem a essa classe. Enquanto muitos deixam suas culturas para fugir de suas diferença racial, outros defendem vigorosamente seu povo, sempre tentando provar seu valor.

Bardo: Muitos Meio-Elfos escolhem a carreira de bardos, a classe une o fascínio natural e a capacidade de adaptação social.

Cavaleiro: Cavaleiros Meio-Elfos levam a arte da guerra montados com elegância e finesse. O caminho da cavalaria dá-lhes um código para seguir e um mestre para servir com honra e estima, embora elfos e humanos as vezes os olhem como pretendentes interesseiros ou intrusos dentro de seus pavilhões.

Clérigo: Meio-elfos muitas vezes se sentem desconectados dos credos humanos ou elfos, mas muitos ainda optam por seguir o chamado divino em um contexto confortável em que se envolve com as outras raças. Eles também veem na conexão com o divino a possibilidade de respostas sobre as incertezas dos mortais.

Druida: Meio-Elfos incertos de seu lugar na sociedade civilizada, frequentemente a abandona para viver no mundo natural implícito de harmonia. Abraçando a conexão inerente com o seu sangue élfico, muitos encontram uma tranquilidade que nenhuma sociedade pode oferecer em meio as selvas.

Guerreiro: Guerreiros Meio-Elfos são relativamente comuns, com a simplicidade dura do campo de batalha, a vertente oferece grande apelo para aqueles cansados de conciliar suas naturezas dividas. Meio-Elfos apreciam habilidades variadas, muitas vezes se tornando verdadeiros mestres em armas.

Inquisidor: Enfrentando a própria agitação interior, o Meio-Elfo inquisidor possui intensas ideias sobre a forma de pensar dos outros e conhecem profundamente o equilíbrio entre a vida e a morte.

Monge: Os Meio-Elfos buscam essa classe visando equilibrar o misto de heranças e a possibilidade de encarnar a quietude da mente, através da meditação e iluminação. Muitos aprendem a adotar técnicas tanto humanas como élficas em suas escolas de combate.

Oráculo: Os Meio-Elfos oráculos enxergam os sinais através da entropia, sua percepção oracular advém de sussurros no ar, movimento das estrelas, o turbilhão imperceptível em ruas movimentadas, ou até mesmo nas vozes antigas contidas dentro de seu sangue.

Paladinos: Quer seja dedicado a divindade humanas, élficas ou de qualquer outra raça, paladinos meio-elfos levam com profunda seriedade, zelo e graça a sua fé. Paladinos Meio-Elfos são dotados de uma convicção profunda e verdadeira sobre as diferenças.

Pathfinder_Meio-elfos01 Meio-Elfos em Pathfinder

Patrulheiro: Meio-elfos frustrados com a sociedade comum escolhem muitas vezes a vida rural, longe do desenvolvimento urbano. Assim patrulheiros meio-elfos desenvolvem um vínculo estreito com os animais e as alterações invisíveis da natureza.

Ladinos: A maioria dos meio-elfos adentram no submundo, eles se tornam especialistas em estudar as pessoas, seus hábitos e por efeito de aprendizagem se aproveitam das falhas suas falhas.

Feiticeiro: A magia corre no sangue de cada meio-elfo, muitas vezes se manifestando nas linhagens arcanas ou das fadas, embora outras fontes de energias muitas vezes surjam. Independentemente das origens de sua magia, meio-elfos dominam rapidamente sua benção herdada.

Invocador: Alguns meio-elfos possuem um fascínio curioso pela ideia de moldar e formar a vida, mente, corpo e alma. Muitos ainda buscam criar seus eidolons como seres idealizados, seja como criaturas de fantástica beleza ou terror vindo de pesadelos.

Bruxo: Sua amargura ou luxúria pelo poder mágico produz muitos meio-elfos bruxos. Muitos adotam familiares defeituosos ou outras criaturas consideradas párias em suas próprias espécies.

Mago: Muitos meio-elfos magos herdam o talento de suas linhagens, encontrando consolo e respeito no domínio arcano. Embora todas as escolas de magia estejam abertas para eles, muitos optam pelas vertentes da Evocação, Adivinhação e Abjuração.

TRAÇOS RACIAIS ALTERNATIVOS

As seguintes características raciais substituem as existentes no livro básico. Consulte o DM antes de escolher qualquer uma dessas novas opções.

Braços Ancestrais: Alguns meio-elfos recebem treinamento em uma arma incomum. Meio-elfos com essa característica racial aprendem a usar uma Arma Exótica ou Usar Arma Comum como se tivesse um talento bônus no 1º nível. Este traço racial substitui a característica racial “adaptabilidade”.

Formação Arcana: Meio-Elfos ocasionalmente buscam tutoria para ajuda-los a dominar a magia em seu sangue. Meio-Elfos com esta característica racial devem ter como classe favorecida uma arcana. Eles podem conjurar magias com nível de conjurador 1 acima do existente. Este traço racial substitui a característica racial “Multi Talentoso”.

Mente Dupla: A ascendência mista de alguns Meio-Elfos os torna resistentes a ataques mentais. Meio-Elfos com esse traço racial ganham um bônus de +2 em todos os testes de resistência contra Vontade. Este traço racial substitui a característica racial “adaptabilidade”.

Integrado: Muitos Meio-Elfos são hábeis na arte de se integrar em comunidades as quais eles eram nativos. Meio-Elfos com esse traço racial ganha um bônus de +1 em Blefar, Disfarce e testes de Conhecimento (local). Esse traço racial substitui a característica racial “Adaptabilidade”.

Sociáveis: Meio-Elfos são hábeis em encantar os outros. Meio-Elfos com esse traço racial pode alterar as atitudes de uma criatura caso o resultado no teste de Diplomacia supere 5 o mais a CD. Ele pode ainda tentar influenciar uma segunda criatura no mesmo dia. Esse traço racial substitui a característica “Adaptabilidade”.

Criança das Águas: Alguns Meio-Elfos são mais adaptados à vida marinha. Estes Meio-Elfos recebem um bônus racial de +4 em testes de Natação, podem escolher 10 em testes envolvendo a perícia, e podem escolher o idioma Aquan como um idioma racial adicional. Esse traço racial substitui a característica “Adaptabilidade”.

OPÇÕES DE CLASSE FAVORECIDA

Em vez de receber um ponto de perícia, ou um ponto de vida extra sempre que adquire um nível em uma classe favorecida, um Meio-Elfo tem a opção de escolher entre uma série de outros bônus que dependem de sua classe favorecida. As seguintes opções estão disponíveis para todos os Meio-Elfos que tem essas classes como favorecidas, e a salvo indicação contrária, o bônus aplica-se cada vez que você evoluir um nível de uma classe favorecida.

Bardo: Adicione 1 ao número total de rodadas de música de bardo por dia.

Druida: Selecione um poder de domínio de clérigo que é normalmente utilizável um número de vezes por dia igual 3+Mod Sabedoria. O druida acrescenta ½ ao número de utilizações por dia. Para druidas Meio-Elfos cujo vínculo com a natureza dá-lhes um companheiro animal, adicione 1 ao grau de habilidade do companheiro animal. Caso o companheiro animal venha a ser substituído, essas características passam para o novo animal.

Guerreiro: Adicione 1 ao DMC do guerreiro quando ele estiver resistindo a um desarmar ou separar

Patrulheiro: Adicione 1 ao grau de habilidade do companheiro animal. Caso o companheiro animal venha a ser substituído, essas características passam para o novo animal.

Ladino: Adicione +1/2 em testes de Blefar quando estiver fintando e Diplomacia para obter informações.

Invocador: Adicione +1/4 na Evolução do espectro.

Bruxo: Adicione um feitiço na lista de magia de bruxo ao familiar. Essa magia deve ser pelo menos um nível abaixo do nível mais alto que o bruxo pode lançar. Caso o familiar venha a ser substituído, essas características passam para o novo.

Pathfinder_Meio-elfos02 Meio-Elfos em Pathfinder

Próxima Raça a ser revelada: Meio-Orcs!

Essa é uma tradução amadora realizada por Bruno de Brito, feito de fã para fãs. A comercialização é proibida e permitida apenas a Paizo que detêm os direitos autorais e reservados ao RPG Pathfinder. 

Meio-Elfos em Pathfinder
Avalie o conteúdo

pinit_fg_en_rect_red_28 Meio-Elfos em Pathfinder

Leia Também: