Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Aventuras em Crivon, Crivon

Despedida e encontro

Para ver, como moscas numa teia podre parte final, clique aqui.

Personagens envolvidos: 
Delgrim Escudo Dourado – anão da montanha – guerreiro
Juliette Tasselroff – endoariana (humana) – ladina
Forflin dos Muitos Livros – anão da montanha – mago
Lypottin Ente Negro – gnoma da floresta
Sigurn Escudo Abençoado – anão da montanha – guerreiro

Despedida e encontro

Eles tomaram um breve fôlego, notando que naquele espaço não pressentiam ameaças próximas e deixando a sensação de abafamento e morte para trás.

Lypottin, como se sentisse imbuída de uma tarefa inadiável, voltou-se para seus aliados e lhes indicou a direção de um refúgio onde poderiam se abrigar e descansar.

Para a gnoma, havia chegado o momento da despedida. Ignorando o olhar impassível de Forflin, a soberba circunspecta de Thunderlad e a amabilidade hipócrita de Edgar, Lily dirigiu um sorriso franco a Juliette. Seus supostos “companheiros”  haviam sugerido deixá-la para trás na mina, apesar de ela ter arriscado a vida para salvá-los, mas Juliette os convencera a esperar ela se recompor e isso Lily não esqueceria.

Palavras não eram necessárias. As duas se abraçaram longamente. As suas lágrimas cintilavam sob a luz do sol, correndo lentamente pelas faces de ambas, enquanto elas diziam adeus em meio a risos desencontrados. Após a despedida o grupo rumou para o um abrigo indicado pela gnoma, que sumiu ao adentrar um arbusto, montada em sua hiena Risonha.

lippotyn-464x600 Despedida e encontro

Lypottin se despediu do grupo

Felizes por terem abandonado o ambiente mórbido e aterrorizante em que estavam, mas tristes por perderem mais uma integrante da comitiva, o grupo partiu rumo ao abrigo indicado pela gnoma.

Sem dificuldades, a comitiva chegou até o abrigo, que mais parecia uma tenda improvisada, cujas paredes eram uma rocha, levemente escavada para dar maior espaço para seus residentes e uma grande árvore de cedro, que seguravam um pequeno telhado oculto pelas folhagens. Neste local, o grupo finalmente conseguiu descansar com a calma que precisavam, sem se importar com os poucos mosquitos e aparente falta de conforto. Esses fatores foram suplantados pelo grande cansaço que sentiam. Assim, após montarem turnos para cobrirem a guarda do grupo, um a um cada membro descansou, enquanto outro ficou de guarda.

Os turnos de vigília transcorreram com um nível de tensão controlada, pois a comitiva apesar de estar num local aparentemente encoberto, estava preocupada com possíveis inimigos que poderiam encontrar aquele local, desprovido de qualquer proteção além da cobertura da mata e da pequena encosta que lhe dava uma aparência de gruta e a passar a noite naquele lugar era quase tão sombrio quanto foi dentro da Caverna da Teia, pois havia um ar pesado, que eles não sabiam o porquê.

Juliette foi despertada por Edgar, que aproximou seu rosto muito do rosto da jovem, quase a beijando, mas acabou sendo rechaçado por ela de forma elegante e discreta.

49500-juliette2btasselroff Despedida e encontro

Juliette pegou o turno.

No turno dela, algo inusitado ocorreu, a jovem nobre havia subido numa arvore para ter um melhor campo de visão daqueles que pudessem adentrar naquele espaço pela única trilha que condizia até aquele abrigo, ela pode ver uma larga silhueta surgindo em meio à noite, movimentando-se cautelosamente, apesar do barulho metálico que fez, o que levou a ladina e conjecturar que o invasor estava trajando armadura. Sem deixar que o invasor prosseguisse, ela disparou uma flecha que caiu a poucos metros a frende deste e disse-lhe em tom de advertência:

– Alto! Quem vem lá?! Identifique-se já!

Identificando que se tratava de uma melodiosa voz feminina, a misteriosa figura retornou:

– Calma moça! Não estou à procura de encrenca, pois ela já encontrou minha comitiva. Sou um anão e apenas procuro um local para descansar esses ossos doloridos de um confronto contra orcs.

Ainda desconfiada, a nobre perguntou mais sobre o anão e o que lhe havia ocorrido e suas intenções, sendo pronta e pacientemente respondida pelo nobre guerreiro que se identificou como Delgrim Escudo Dourado de Dalagar, no extremo sul da Ariânia. Ele lhe disse que sua comitiva mercante estava se dirigindo para a Cidadela Templo de Elorian para lá iniciarem negócios, quando foram atocalhados e cercado por orcs.

78245-delgrin-190x300 Despedida e encontro

Delgrim encontrou o grupo de aventureiros

Sob a parca luz da lua crescente, Juliette intuiu que o jovem anão, pareceu dizer a verdade e em meio a penumbra, sem abaixar a guarda, o convidou a se aproximar e conversaram por mais um tempo até que Sigurn despertou para agir em seu turno e acabou conversando também com o guerreiro, que não conseguiu identificar a origem daquele anão que pareceu vir de terras muito distantes. No entanto, o convívio inicial entre os três correu harmoniosamente e ficou acertado que Delgrim passaria a noite ali e que no dia seguinte a comitiva decidiria seu destino, se ele ficaria com eles ou não.

O turno de Sigurn transcorreu sem problemas e ele acordou Forflin, que durante seu turno ouviu um grande barulho e sentiu a terra tremer. Ele olhou para seus companheiros que dormiam com olhar desolado e ainda triste pela perda de um dos membros daquela comitiva. Novamente mirando a mata ele ponderou que aquele barulho poderia indicar a uma grande marcha dos orcs se dirigindo para a Vila Unicórnio Cinza.

Para ver a continuação, clique aqui.

Para ver o prólogo de Delgrim e saber o que aconteceu para ele ter surgido no grupo, clique aqui.

6.9 Experiência

Geral:

1- Interpretação – excelente 300 ptos cada

2- Aventura (sobreviveram e libertaram os svirfneblins amaldiçoados) –  excelente 300 ptos cada

3- Combates (2 aranhas gigantes = 200×2/6; 21 esqueletos = 50×21/6; 1 carniçais = 200/6; 1 lívido = 450/5; membro da comitiva que pereceu em missão = – 100/5)

Total bruto: 3100 ptos / Total para cada personagem: 344 ptos

OBS: Apenas paras os pjs Juliette, Forflin, Lypottin. O pj Sigurn receberia 66 ptos pelo confronto contra as aranhas gigantes e 100 ptos pela interpretação no trecho final. Delgrim não passou por confrontos neste aventura.

Individual:

Histórico de personagem bem construído (Delgrim): 250 ptos

Elaboração de resumos para o mestre: 200 ptos (diário de Juliette Tasselroff)

************************************************************************
Foram quatro sessões para começar e terminar, perfazendo muitas horas on game. Por mérito dos jogadores foi dada a chance de evoluírem direto, seus personagens (Juliette põde evoluir dois níveis excepcionalmente, para se melhor se equiparar aos demais). A evolução poderá ser feita após uma noite de sono da pj, antes do início efetivo da próxima missão.

Materiais elaborados pelos jogadores em prol de Crivon Toran, receberão pontuações em experiência!

Foram partidas muito legaais, divertidas e descontraídas. O jogo fluiu como água. Parabéns a todos!

Criação e elaboração: Patrick, Alan, Ângelo, Sandro, Shin.
Autoria da logo de capa: Shin
Fontes de imagens: internet

Despedida e encontro
Avalie o conteúdo

pinit_fg_en_rect_red_28 Despedida e encontro

Leia Também:

6 Comments

  1. Agora sim a despedida de Juliette e Lily recebeu o destaque merecido!

  2. mas a transcrição da sessão, principalmente nessa parte seria incrível. gargalhei… hehehehe

  3. mas a transcrição da sessão, principalmente nessa parte seria incrível. gargalhei… hehehehe

  4. tá sem o link pra próxima aventura

  5. tá sem o link pra próxima aventura

  6. Sugestão para o nome do grupo: Juliette e os 3 anões.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén