CUSTO EM PONTOS DA VANTAGEM CLERICATO:

É necessário compatibilizar as regras aplicáveis ao cálculo da vantagem Clericato descritas no Gurps Magia (fls. 84) com as alterações efetivadas até o momento no sistema de magia padrão do GURPS.

A primeira decisão a ser tomada pelo Mestre é qual parâmetro ele vai utilizar para determinar o número de magias a que um clérigo tem acesso. Isto porque as divindades costumam apresentar diversas facetas e isto deveria se refletir no rol de mágicas disponíveis para compra, de maneira a manter a boa caracterização do personagem.

São duas as soluções possíveis:

a) Cada deus concede aos seus sacerdotes o acesso à um número determinado de Escolas de Magia. Custo: 10 pontos por uma Escola e mais 5 pontos por Escola adicional.

b) O Mestre elabora uma lista de magias personalizada para cada divindade. O custo gira em torno de 10 pontos por um mínimo de 20 mágicas e mais 5 pontos por cada 10 mágicas adicionais.

Por outro lado, cabe frisar que como agora os clérigos têm à sua disposição a vantagem Investimento em Poder, a vantagem Clericato não pode mais conceder um bônus no aprendizado de magias pertencentes à certas Escolas, pois isso causaria um desequilíbrio no nível de poder dos conjuradores arcanos e divinos.

O custo de qualquer outro poder adicional garantido pela divindade aos seus sacerdotes deve ser somado ao custo da vantagem Clericato. No entanto, como se tratam de habilidades concedidas por um(a) deus(a), é necessário abater delas o custo da Limitação Pacto (para maiores detalhes, confira o tópico “Limitações” da Seção “Ampliações e Limitações” do Capítulo I).

Se uma religião for particularmente respeitada, apreciada ou temida no cenário de campanha, em regra tal fato assume a forma de uma Reputação positiva ou negativa (ou outra vantagem ou desvantagem similar) que afetará o custo em pontos final da vantagem Clericato. Uma seita também pode atuar como um Patrono para os seus clérigos e/ou fiéis, mas essa vantagem deverá ser comprada em separado, assim como eventuais Inimigos do credo/culto.

Por fim, vale lembrar que o sacerdote precisa obedecer o código de conduta imposto pela deidade que serve, sob pena de perder não apenas os poderes e habilidades por ela concedidos como também o acesso às suas magias divinas até realizar a penitência considerada adequada pela divindade em questão.

GURPS True High Fantasy – Capítulo III – Custo em Pontos da Vantagem Clericato
Avalie o conteúdo

pinit_fg_en_rect_red_28 GURPS True High Fantasy - Capítulo III - Custo em Pontos da Vantagem Clericato

Leia Também: