MÁGICAS CLERICAIS QUE TEM POR REQUISITO MAGIAS PROIBIDAS:

Outra questão a ser abordada é a atinente as mágicas que não pertencem às Escolas permitidas ou à lista de magias do clérigo, mas são pré-requisito para o aprendizado daquelas que pertencem. Nesse caso, aplicam-se as regras descritas na seção “Pré-Requisitos” do Capítulo II, quais sejam:

a) Os pré-requisitos faltantes devem ser exclusivamente outras mágicas.

b) Magias arcanas não devem ser levadas em consideração no que concerne ao aprendizado de magias divinas e vice-versa.

c) O clérigo recebe um redutor de -3 em seu IQ para cada mágica pré-requisito que desconhecer ao tentar aprender a magia desejada.

d) Se em função da aplicação dos redutores descritos no item anterior o IQ efetivo do personagem acabar reduzido à valor inferior a 12, ele não poderá aprender a magia desejada.

Exemplo: Um personagem com IQ 15 e IP 2 é capaz de aprender uma mágica que possui uma outra mágica como requisito com IQ efetivo igual à 14 (IQ+AM-3). Conduto, não poderia aprende-la se ela possuísse duas outras mágicas como pré-requisito, porque seu IQ efetivo seria igual a 11.

Vale lembrar que o personagem precisa conhecer as mágicas pré-requisito com NH igual ou superior a 12 para que os requisitos necessários ao aprendizado da magia desejada sejam considerados atendidos.

GURPS True High Fantasy – Capítulo III – Mágicas Clericais que tem por Requisito Magias Proibidas
Avalie o conteúdo

pinit_fg_en_rect_red_28 GURPS True High Fantasy - Capítulo III - Mágicas Clericais que tem por Requisito Magias Proibidas

Leia Também: