Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Pathfinder, Sistemas

Pathfinder ou D&D 5ªEd: Qual Sistema Devo Usar?

Em nossas mesas atuais esta ocorrendo um grande embate em qual sistema o Mestre adotará para converter seu cenário: D&D 5ª Edição ou Pathfinder.

Essa dúvida certamente deve se estender para diversas mesas de jogo.

O D&D 5ª Edição é tão diferente do Pathfinder como o AD&D é de D&D 3.5. O D&D 5ª Edição está tentando trazer de volta alguns aspectos, mais notavelmente do AD&D, com regras mais simples

Se você gosta Pathfinder, especialmente se você gosta da complexidade mecânica, eu não recomendo D&D 5ª Edição para você. Se você está procurando uma versão moderna do OD&D, eu definitivamente recomendo. Não pense nisso como algo ruim para o sistema de jogo que você joga atualmente, pense nisso como um sistema completamente diferente que também é D&D e possui um monte de semelhanças.

Use Pathfinder

  • Se o DM não estiver afim de de criar/ignorar/modificar regras que não concordava nem 3.X.
  • Se você quer um volume maciço de material pré-fabricados disponíveis. Isso vai mudar no futuro quase certamente, mas D&D 5ª Edição não tem muito ainda.
  • Se você gosta de sistemas copyright e não pode comprar livros de regras não-PDF. A Wizards não está planejando lançar cópias do D&D 5ª Edição em formato ebook. Isso pode mudar, mas não é provável.
  • Se você gosta de complexidade mecânica sobre a facilidade de uso. O D&D 5e tem um sistema de vantagem / desvantagem que se destina a substituir o sistema de bônus encontrada em 3.X. É muito leve e fácil de usar do que modificadores, em comparação ao Pathfinder, equivale ao modificador máximo de (des)vantagem de aprox. ± 5. Perceba que existe uma gama maior de possibilidades.
  • Se você quiser um conjunto de regras completo, no sentido de que as regras preveem, em algum nível para todas as ações do jogador e jogabilidade. O D&D 5ª nunca será “completo”, nesse sentido, porque isso não é o objetivo dos desenvolvedores.
Pathfinder_Pathfinder Pathfinder ou D&D 5ªEd: Qual Sistema Devo Usar?

Pathfinder, uma proposta melhorada de D&D 3.5

Use D&D 5 Edição

  • Se você estiver procurando um jogo estilo D&D Old School, mas na verdade não quer lidar com materiais clonados de terceiros (não-oficiais).
  • Se você busca um jogo que possui regras que enriquecem o background e interpretação do personagem, como o sistema de ideal, vínculo e fraqueza e o uso de arquétipos.
  • Se você gosta de AD&D 2ª Edição e está interessado em experimentar algo semelhante, mas novo.
  • Se o seu grupo acredita que os conjuntos de regras existem como uma ferramenta para ensinar as pessoas como Mestrar ou como base para o desenvolvimento para um.
  • Se você quiser jogar D&D e não quer perder muito tempo ou esforço para entender um livro de regras, ou então não é bom em matemática, quer ir direto para a ação sem problemas, e não goste de D&D 4e por algum motivo.
Pathfinder_DD5 Pathfinder ou D&D 5ªEd: Qual Sistema Devo Usar?

D&D em sua 5ª versão

Fonte: Traduzido e adaptado de: http://rpg.stackexchange.com/questions/53766/differences-between-5th-edition-dd-and-pathfinder

E você, o que acha de ambas as edições?

Deixe seu comentário!

Bom Jogo!

Pathfinder ou D&D 5ªEd: Qual Sistema Devo Usar?
Avalie o conteúdo

pinit_fg_en_rect_red_28 Pathfinder ou D&D 5ªEd: Qual Sistema Devo Usar?

Leia Também:

3 Comments

  1. Não tenho oq dizer de Pf, mas 5d, considero um avanço em certos aspectos em comparação a 3.5 no quesito mobilidade em combate, reação à ação específica e mágias desencadeada. Oq muda bastante a ação em combate, pq oq diz respeito em enaltecer a interpretação, acho que ainda depende de cada um, na mesa, seja qual sistema for, claro que um contribui mais que outro. Mas ainda não vi a recompensa efetiva na estrutura das regras do jogo, só na percepção dos nossos mestres.

    • Eu sinceramente, não curti 5.0, achei mais do mesmo com uma roupagem diferente. É um senso comum que D&D 3.5 tinha uma série de deficiências graves que eventualmente o mestre tinha que interceder com Regra de Ouro, para não perder a harmonização de certas circunstâncias. Pathfinder inovou, ainda que tb tenha apenas uma “roupagem” do mesmo RPG base que foi o D&D 3.5.

      Apoio a ideia de que a escolha do jogo deve ser primeiro do mestre, devido sua motivação e empenho serem determinantes na sustentação de uma mesa de RPG e depois dos jogadores, que serão os principais autores das histórias.

      • Depois de jogar e mestrar algumas sessões em 5.0, o que mais me agradou foi justamente a simplicidade.

        Antes eu tinha que ler muita coisa, suplementos, regras, variáveis e isso me incomodava.

        Hoje em dia, como Mestre, meu foco são nos personagens, história e a relação deles no cenário e na campanha.

        O sistema mais simples de 5.0 permite eu focar mais nisso.

        Além disso, como pretendo deixar Arzien 100% Digital (sem jogos presenciais), o sistema permite que eu crei aventuras mais rápido.

        Mas, tudo tem desvantagem e vantagem.

        Você está certo ao dizer que o mestre precisa definir o que quer, motivação e empenho.
        Eu tenho jogado em Greyhawk e Forgotten e por enquanto estou tranquilo.

        Mas, todos sabemos que ser Jogador é Muittoooo mais fácil que ser Mestre.

        Acho legal que em nossas mesas, apesar do início terem ocorrido conflitos, hoje temos um clima mais saudável.

        Se temos tantos jogos e sistemas, o jogador pode escolher em qual participar.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén