Em algum lugar dos Vales…

Caliban

O grupo para e observa as três figuras humanoides que vão surgindo a frente deles.
Caliban distingue Haelirin logo à frente, o drow se destaca dos seus companheiros, ele não utiliza uma máscara e seus olhos possuem uma cor de lavanda, sua armadura, um peitoral feito de um metal negro fosco parece incólume, seu sabre e escudo de corpo feitos do mesmo metal da armadura possuem marcas de batalhas anteriores.

Forgotten_Haelirin-1-532x600 Diário de uma Comitiva - Parte V

Haerlin

Althalos analisa o drow que se encontra ao lado de Haelirin, é possível ver que ele está trajando algum tipo de cota de malha negra, em suas mãos um sabre e um escudo, seus olhos vermelhos estão atentos aos movimentos do grupo, o drow utiliza uma capa e uma máscara que impossibilita ver seus outros pertences e seu rosto, os soldados drows utilizam estas capas e mascaras com o brasão de uma garra.

Afastado alguns metros dos outros dois, um drow de cabelos curtos e olhos vermelhos observa o druida e seu grupo, este drow segura em uma de suas mãos uma varinha de ferro azulada, ele está trajando a mesma capa e máscara com o símbolo da garra, ao perceber a aproximação do grupo de Caliban o drow toca em um de seus pergaminhos preso no seu cinto de pergaminhos.

Forgotten_Máscara-e-Capa-Drow-1-600x226 Diário de uma Comitiva - Parte V

Máscara e Capa dos Drows

Haelirin cerrar os olhos e olhando diretamente para Caliban ele fala:

“ Pela quantidade de auras magicas nos seus corpos, presumo que não veio aqui para seguir meu conselho e se entregar, avisei a você Caliban, era só você se entregar que seus amigos poderiam seguir com as vidas miseráveis deles, mas vocês resolveram ser heróis” Haelirin balança a cabeça negativamente.”

” Vou ser sincero com você, realmente não iria deixá-los saírem vivos, principalmente a escória do meio-elfo, e eles teriam uma morte rápida, mas agora pelo seu atrevimento seus amigos irão desejar a morte.
À humana darei para os orcs e ogros se aproveitarem dela e com o meio-elfo, irei fazer com ele uma brincadeira que as crianças de minha cidade gostarão muito.
Fazemos um pequeno corte na sua barriga e pregamos a ponta de suas vísceras em uma parede e fazemos ele correr, vamos ver quantos metros seu amigo consegue desenrolar de vísceras antes de morrer. ”

Caliban olha para o meio-elfo com raiva nos olhos.

” Althalos o que está fazendo?

Eu sabia que entre meu aliados existia um traidor, mas depois desta aventura havia desconsiderado que fosse você…”

O meio-elfo olha para para Caliban e esmaga uma rocha com sua mão direita.

” Druida você está onde eu queria”.

Um raio acinzentado sai do punho de Althalos e atinge o peito de Caliban, uma dor lacerante toma o peito do druida que rasga sua blusa para tentar entender o que estava acontecendo, visão o apavora … sua carne começara a virar pedra.

Quer saber mais sobre esse grupo destemido de heróis, leia:

Diário de uma Comitiva, partes: I, II, III, IV

Texto Original: Diogo Coelho
Revisão e Publicação: Bruno de Brito

Diário de uma Comitiva – Parte V
5 (100%) 1 vote

pinit_fg_en_rect_red_28 Diário de uma Comitiva - Parte V

Leia Também: