Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Crivon, Heróis de Crivon

Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

Andrei-do-Arco Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

Andrei Kabrusk

Jogador: Maurício Guimarães

Andrei Kabrusk foi um alto elfo, herói proveniente de Thankester Blayth, que deixou seu estado de imortalidade para trás em busca de uma vida conturbada de aventuras na companhia da sua leal consorte Roxane, uma elfa florestal da Região da Ariânia e do protegido e mais jovem membro de sua tríade o inocente e poderoso guerreiro Pietro.

Desde sua juventude até a puberdade no pacífico Reino Élfico de Além-Mar, como também é conhecida Thankester, Kabrusk era acometido de um sonho recorrente com uma jovem elfa florestal que fugia em pânico de um mal opressor, uma grande sombra que dragava a tudo em sua passagem, enquanto uma criança humana, ensanguentada, chorava assistindo a cena desoladora.

Em toda a sua vida lá, nunca encontrou nenhum sinal da elfa de seus sonhos e muito menos uma criança humana naquele domínio apenas habitado por altos elfos. Por fim, decidiu realizar o “Ezmarath” um raríssimo êxodo reverso que pouco altos elfos fazem quando saem de Thankester Blayth e se destinam ao Continente de Toran, perdendo sua real imortalidade.

thankester-blayth-600x298 Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

Andrei deixa sua terra natal.

Assim o jovem Kabrusk, após vencer uma tempestade que quase o matou, chegou como um naufrago nas pacíficas praias do Reino de Ários, na Ariânia.

Foi encontrado por uma elfa florestal, que o levou para seu povoado na orla oeste da Floresta da Pedra de Luz, cuidou de seus ferimentos e lhe restaurou o vigor.

Ele ficou por algum tempo acometido de amnésia. A elfa se chamava Roxane Amastacia, e se apaixonou por Andrei, desde o momento de seu encontro inicial quando o recolheu na praia, para nunca mais se separarem.

andrei-roxanne-amastacia Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

Roxane Amastacia

Com o tempo, Kabrusk foi demonstrando grandes habilidades marciais, principalmente no uso do arco, o que lhe valeu a alcunha de Andrei do Arco, por sua pontaria precisa.

Ele lentamente recobrava pontos de sua memória e se lembrava de cada aspecto de sua vida e de trechos de seus sonhos, que desapareceram. Até o dia em que numa de suas andanças, nas proximidades da Estrada do Rei entre os Reinos de Ários e de Pedra Rubi, ouviu o choro de uma criança.

Ao se deslocar rapidamente até o local, onde eles confrontaram e eliminaram muitos hobgoglins, encontraram um bebe com um grande machucado na cabeça, lhe parecendo que ele era o único sobrevivente de uma carnificina proveniente do ataque hobgoblin a uma caravana mercante. Andrei percebeu que já tinha visto aquele infante humano antes e então todas a suas lembranças retornaram a sua mente rapidamente.

Ao contar seu sonho para Roxane, ela tomou aquilo como sendo o aviso de alguma calamidade vindoura e o recomendou a levar a criança consigo.

Não lhes sendo permitido cria-la no povoado élfico, eles decidiram deixar a segurança de seus pares e passaram a se aventurar levando consigo a criança, que por conta do grande trauma tinha um bloqueio em sua comunicação, falando monossilábicamente, quando conseguia se comunicar. Àquela gentil e inocente criança, eles deram o nome de Pietro e o tratavam como a um filho.

Muitos verões se passaram e a criança cresceu, desenvolvendo habilidades físicas impressionantes, com grande força e vigor aliados ao treinamento nas artes marciais élficas com a espada, deixou de ser um protegido para se tornar um grande protetor, tendo uma predileção a eliminar hobgoglins e outros goblinóides que se interpunham no caminho do trio. Sua Tríade estava completa.

andrei-pietro Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

Com Pietro a Tríade estava completa

Ao retornarem ao povoado de origem de Roxane após mais uma aventura, o trio se deparou com uma cena de barbárie, pois todos os elfos haviam sido chacinados e o povoado destruído.

 

Ao encontrarem um sobrevivente, ele os informou que aquela destruição havia sido obra de hobgoblins que obedeciam às ordens do revivido Lassic e estavam à procura de algo. Em busca de conhecimento e de uma maneira de derrotar o maligno arcano e seus subordinados, eles saíram por Toran e encontraram muitas aventuras.

Em suas andanças pelo mundo, o trio conheceu o clérigo Habidus Morus D’Ilcs e o alto elfo Glorin Lâmina Flamejante, com quem formaram um grupo de aventureiros.

Tempos depois, uniram-se a eles seus discípulos Markin S’Man Thintalion (alto elfo  vindo também vindo de Thankester Blayth), Kenon e Kalina Galanodel (provenientes do reino de Iluminah).

Glorfindel_MagaliVilleneuve-1 Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

Markin S’man Thintalion foi discipulo de Andrei. By _magalivilleneuve

Posteriormente, eles se uniram a outros aventureiros que mais tarde fundariam a Ordem dos Cavaleiros da Luz Celestial que foi responsável por muitos feitos e estórias lendárias.

Adquiriu o título élfico de “Nor”, tempo antes de se unir aos CaLuCes, quando unido aos seus companheiros de aventuras, viu-se as voltas numa trama que envolveu o sumo-sacerdote do deus da guerra, conhecido como o Mestre Arsenal e o Cavaleiro Elemental do Fogo Dex’Burn, ambos almejavam roubar a divindade de Elorian e tornarem-se deuses.

Seus planos foram frustrados graça a intervenção dos aventureiros, que contaram com a ajuda do rastreador, meio-elfo, Pictro Elosdragão, salvo do enforcamento pela Tríade quando foi acusado injustamente de ter assassinado um pequeno nobre, tendo seu nome limpo pela atuação da astuta Roxane e de Andrei, que descobriram o verdadeiro assassino. Posteriormente, Pictro se tornou o Cavaleiro Elemental da Terra.

crivon-pictro-elosdragao-celebrimbor-meioelfo-409x600 Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

Pictro Elosdragão, com a ajuda do grupo se tornou o novo Cavaleiro Elemental da Terra.

Relacionamento com membros do grupo:

Além dos membros de sua Tríade, Andrei era detentor de uma natureza dócil e jovial para com os amigos, por tanto tinha boas relações com todos os membros de seu grupo, principalmente com os mais antigos, o alto elfo Glorin e o torkano Habidus, além de seu discípulo Markin, que virou um de seus mais estimados companheiros na ordem.

Mestres em magia:

  1. Formado iniciado em magia na Academia Arcana de Thankester Blayth;
  2. Tornou-se autodidata no aprendizado da arte, utilizando-se de aliados para aprender magias que por ventura desconhecia e se disponibilizando a ensinar em troca.

Mestres em armas:

  1. Formado arqueiro na Academia de Arqueiros de Thankester Blayth;
  2. Aperfeiçoou sua técnica por conta própria.

Principais inimigos:

  1. O revivido Lassic Cetro Rubi;
  2. O tiefling meio batezu Goldash Goth;
  3. O ninja tiefling Haroti Hanzo;
  4. O Dragão Verde Vermillion;
  5. O elfo das sombras Max’ert Mantruss;
  6. O Arquimago Zargon Barba Branca;
  7. O Lorde Bruxo Chrom’Anthur;
  8. O Mestre Arsenal.

Romances:

Roxane Amastacia foi seu único amor, profetizado em seu sonho o encontro entre os dois ocorreu. Para sua consorte, seu amor e devoção por Kabrusk estão acima de qualquer coisa, inclusive sua própria vida.

Equipamentos mais relevantes:

  1. Arco Flecha Veloz – esse mítico arco imbuído por energia mágica, lhe rendeu a alcunha de “Portador do Arco Flecha Veloz”, foi conseguido após uma perigosa aventura na Região da Borgstânia;
  2. Armadura Arbórea – recebeu esse presente da deusa Elorian, por seus serviços prestados a divindade.
crivon-arco-flexa-veloz-elfa-402x600 Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

O Arco Flecha Veloz e Armadura Arbórea, nas mãos de sua filha.

Principais feitos: 

  1.  Membro fundador dos novos Cavaleiros da Luz Celestial;
  2. Participou ativamente na derrota do revivido Lassic e na nova contenção do Obscuro;
  3. Participou da derrota do poderoso dragão verde Vermillion;
  4. Participou da derrota do poderoso Rei Orc de Brigstone, Grummish II o Imortal;
  5. Ajudou a salvar do julgo do Cavaleiro Elemental do Fogo e do Mestre Arsenal, o avatar da deusa Elorian;
  6. Ajudou o meio elfo Pictro Elosdragão a se tornar o Cavaleiro Elemental da Terra;
  7. Impediu os planos do arquimago Zargon Barba Branca que tentou dominar o Reino de Ários.

Paradeiro – diz a lenda que após seu último feito na companhia dos Cavaleiros da Luz Celestial e garantir que o poderoso Reino de Ophir não caísse sob o julgo ou má influência de mais nenhum inimigo, a Tríade ficou nesse reino tornando-se conselheiros e guardas pessoais de seu soberano. Andrei e Roxane tiveram uma filha, chamada Adriane Amastacia.

Era de existência: VI
Cidade Natal: Andrei de Thankester Blayth; Roxane Amastacia Povoado subordinado a Iluminah; Pietro – desconhecido.
Etnia: Andrei, alto elfo e Roxane elfa florestal; Pietro – endoariano.
Idades: 152/ 135/25
Descendentes: 1 filha

IMG-20150522-WA0000-400x600 Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

A Tríade de Kabrusk.

 

Criação e elaboração: Mau Guimarães e Patrick Nascimento
Desenhos de Andrei, Roxane, Pietro e da tríade Kabusk: de autoria e fornecidos por Maurício Guimarães

Imagens de Thankester,21 Pictro e Adriane: internet

Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade
5 (100%) 1 vote

pinit_fg_en_rect_red_28 Heróis de Crivon: Andrei e sua Tríade

Leia Também:

5 Comments

  1. Finalmente descubro as origens de Pippin. Ele era um filho adotivo dos elfos…por isso a relação paternal entre eles.

    Faltou também você falar do grandioso título de Andrei…acho que dava umas 3 linhas.

  2. Pois éh! O título de “Nor” que é o mesmo que veio de sua participação no salvamento de Elorian. Mas acrescentarei esse trecho sim. Bem pontuado Bruno. Abraço

  3. Atualizado com informações solicitadas por Bruno…

  4. Massa.

    Mas estou falando de um título dele algo como Nor Andrei Kabrusk Flecha Mortal do Arco Veloz Etc etc etc…. KkKkkk

  5. Ah! Ele foi acumuando apelidos, sendo conhecido de um modo a depender de onde ele ia. O titulo todo era Nor Andrei Kabrusk do Arco Flecha Veloz de Elorian “Yusuke Urameshi” (essa útima parte foi ele que decidiu aderir off game é claro)… huahuahauhauhauahuahuahuahauah

Leave a Reply

Theme by Anders Norén