Para ver o capítulo anterior, clique aqui.

Sessão de 28/12/2016

“Uma dupla de batedores corria freneticamente por entre árvores e arbustos, durante um amanhecer nublado por uma espessa fumaça proveniente de um pequeno incêndio controlado e orquestrado por paladinos irmãos.

Enquanto correm ouviram, vindo de trás deles, o grito de morte daquele que seria um terceiro corredor que estava com eles, mas que não havia suportado manter o ritmo da corrida e agora pagava o preço com a própria vida.

Os corredores neste instante ser entre olham com um medo absoluto – um era jovem o outro mais maduro, exibida claros sinais de cansaço. Por fim o mais velho disse:

Jonatas, eu não estou mais aguentando, você deve avisar Velho Arqueiro e os heróis sobre o que aconteceu!

Jonatas respondeu com voz impositiva:

– Jeremy Clarkson! Não fale bobagens! Você vai aguentar sim meu velho! Basta pensar em suas filhas e esposa, quem vai cuidar delas se você morrer?!

Ao ouvir aquilo, o velho corredor sentiu suas forças sendo renovadas e acelerou com uma grande vontade viver. Jonatas viu o companheiro ganhando dianteira e sorriu. De repente, ao sentir um forte cheiro ele exclamou:

– Que cheiro de ovo goro!

Neste instante, tudo virou trevas para ele. ”

Após discussões com Kraver e Tinthalion, o grupo decidiu que deveria descansar primeiramente antes de se engajarem na tarefa de descobrirem e neutralizarem os autores do incêndio na Floresta da Vigília e do assassinato dos elfos que acompanhavam Markin.

Assim, após se limparem das fuligens do pequeno fogo controlado na mata, que provocaram para evitarem que o incêndio alcançasse Vilaverde, os irmãos paladinos se uniram aos arcanos para descansarem e posteriormente agirem.

O casebre, apesar de pequeno, conseguiu comportar todos aqueles heróis, que durante o amanhecer que surgiu não tinham forças, pois haviam sido exauridas pelo confronto para evitarem o fogo, ou durante o debate na Torre de Cristal na busca pelo conhecimento.

slavic-log-cabin-3-600x401 Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, parte 1

Num pequeno casebre como este dormiram os 4 CaLuCes.

Markin cedeu seu lugar na cama de palha para que Kravinoff tivesse uma noite de sono mais agradável e necessária a um arcano de seu calibre.

Era início da tarde daquele dia, quando Drigos, Markin e Wenishy ouviram a porta batendo de forma bem incisiva. Levantando-se de sobressalto, como se preparados para um confronto súbito, Markin acordou Kraver e todos ouviram a súplica de uma garota que os convocou a manda de Velho Arqueiro, ao que indicava o tempo de descanso para eles havia acabado.

O quarteto de heróis foi até o casebre de Velho Arqueiro, Markin já conhecia o local, de uma forma desagradável, e lembrou de quando, após arrombarem a porta, encontraram a menina, Bianca Duprê – então possuída pelo corruptor, terminando de matar um dos pequenos filhos do arqueiro veterano.

7535078 Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, parte 1

Jeremy, o batedor.

Lá, eles viram um homem tremendo muito, apesar de bem agasalhado. Compreendendo o que o afligia, Wenishy se aproximou dele e percebeu o tremor no corpo dele reduzir até quase sessar e lhe pediu calma.

Enquanto lhes foi servido o desjejum, eles foram informados sobre o ocorrido com três batedores que haviam sido enviados para a parte sudeste da vila e estariam alertando os moradores daquela área. Velho Arqueiro apontou para o homem que Wenishy cuidou e o apresentou a todos.

Jeremy Clarkson, um batedor veterano contou a todos como eles haviam encontrado hobgoblins na mata e os seguiram – para descobrirem o que pudessem sobre seus intentos, informando que aqueles goblinoídes pareciam mais anormais do que o esperado.

No final, uma vez detectados pela companhia goblinóide quando haviam descoberto que o grupo de hobgoblins – acompanhados por uma grande sombra, estava no interior da parte sudeste da Floresta da Vigília – próximos a estátua da Harpia de Pedra, numa rota em direção as Ruínas Flograthi, empreenderam fuga, mas foram caçados por eles.

Seus dois aliados, os batedores Jonatas e Sartiran foram abatidos, todavia, o sacrifício deles permitiu que Jeremy conseguisse alcança Vilaverde.

Em seu relato, Jeremy destacou a presença de um ser, que pareceu a todo momento, estar envolvida em trevas, mas cuja presença era horripilante e lhe fazendo o sangue congelar no corpo, ao sentir que a criatura veio atrás deles, se sentindo agraciado pela benção do Senhor da Justiça, por ter escapado com vida – com um sinal de respeito, agradeceu a divindade, em seguida chorou lamentando a morte de seus amigos.

Enquanto Wenishy consolou o homem – que estava visivelmente em choque, Markin revelou ao grupo que a breve descrição do batedor condizia com a criatura que ele havia combatido na Floresta Flograthi anteriormente. Drigos ressaltou que o estado alterado dos hobgoblins poderia ser em virtude do contato com o corruptor.

Kraver e Markin informaram aos paladinos a cerca de seus conhecimentos relativos as Ruínas Flograthi. Merlin ressaltou que no passado, o povoado élfico que ali existiu foi assolado por uma grande calamidade de natureza mística, Tinthalion destacou que esse povoado fazia parte do antigo Reino Élfico de Galbardian, que após ter sucumbido nas mãos de Argal Alma das Trevas, ficou isolado, até o momento em que Shaider Arull – primeiro comandante da nefasta Neghaverso, a Bruxa do Fogo – que pereceu na Batalha das Lágrimas Flamejantes, chegou até o local com tropas remanescentes do exército da Bruxa do Fogo e tentou aniquilar o povo que ali residia.

O grupo chegou à conclusão de que o corruptor estaria interessado em algo que poderia encontrar naquelas terras e decidiu que, o que quer que fosse, não poderiam deixar que caísse em suas garras, pois poderia significar a ruína do Protetorado de Ecnor.

Eles definiram que interceptariam a criatura e seus asseclas, impedindo seus intentos, apesar da observação de Drigos, que tinha como plano original seguir com o grupo até a Fortaleza Guardiã, onde a clériga de Helm, Anna Gainsbroug estaria, para impedir um grande mal que estaria se abatendo naquele lugar.

Assim, decididos a impedir Sombra da Morte, eles foram se preparar para a perseguição.

crivon-marki-sman-tinthalion Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, parte 1

Markin seria o guia do grupo.

Receberam a oferta de Velho Arqueiro para que levassem um guia local para orientá-los na mata, mas recusaram – Drigos percebeu que durante a oferta do atual líder da vila, Markin, que foi o primeiro a recusar, havia ficado triste com alguma lembrança que tivera.

Tinthalion ressaltou que conhecia o caminho até aquele ponto, pois havia sido o local onde sua perseguição a um diabo de espinhos o havia levado e culminado na destruição do mesmo.

Interpelado pelos demais se estaria apto a agir como guia deles – eles iriam com suas montarias aladas até o máximo que pudessem, Markin afirmou que poderia assumir essa função.

Os heróis partiram rumo as Ruínas Flograthi para tentarem deter a ameaça que o estratagema de Sombra da Morte havia posto em ação.

Para ver a continuação, clique aqui.

Criação e elaboração: Patrick, Aharon Gonçalves, Bruno Gonçalves, Bruno Santos, Diogo Borges.
Fontes de imagens: internet
Autoria da imagem da capa do artigo: Shin

Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, parte 1
5 (100%) 1 vote

pinit_fg_en_rect_red_28 Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, parte 1

Leia Também: