Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Golarion, Personalidades de Golarion

Lini, A Defensora

Outra escolha excelente de raça para um icônico, Gnomos são normalmente os primos fracos (e esquisitos) dos Anões, aqueles parentes distantes mais gananciosos e picaretas, frequentemente associados com a escola de ilusão pela aptidão mágica, o lado mais feérico dessa raça é um traço raramente explorado em fantasia. A Gnoma  Lini, Druida icônica foi anunciada no blog da paizo no dia 14 de Abril de 2008 como personagem jogável na campanha A Segunda Escuridão. Texto original de Mike McArtor.

Tradução:
Fred Torres
Publicação: Fred Torres


Em suas viagens explorando o mundo, Lini se deparou com vários predadores de grande porte, com os quais pareceu possuir certa afinidade. Mais de uma vez, Lini e seus companheiros de caravana se depararam com ameaças de ursos, tigres, leopardos e outros felinos, mas lini sempre conseguiu, através de vocalizações e movimentos precisos, acalmar as feras e prosseguir em seu caminho.

Lini_Statblock-100-99x200 Lini, A Defensora

Lini sempre foi capaz de domar os animais que encontrava em seu caminho, mas sua sorte mudou quando um leopardo-das-neves surgiu por entre as árvores e a prendeu contra o chão antes que ela pudesse reagir. Seus companheiros fugiram, deixando-a sozinha com a fera. Embora estivesse facinada pela força e agilidade da criatura, bem como a beleza de sua pelugem, Lini tremia sob a imensa pata do felino, e as lágrimas corriam fácil por seu rosto. Ela sabia que não sobreviveria, e ao mesmo tempo encontrou um momento para apreciar a ironia das circunstâncias de sua iminente morte.

Mas, o leopardo não deu o golpe final.

“seus amigos a abandonaram,” ouviu-se de uma calma voz feminina, cuja fonte estava fora de seu campo de visão. “apesar das tantas vezes que você os salvou, eles te abandonaram para a morte certa”. Apesar de não poder ver quem lhe falava, a característica singular na voz sugeriu a Lini que se tratava de uma Norn, um triunvirato de fadas que vagava pelas florestas.

“Por favor, me ajude!” sussurava a gnoma, tentando falar com o peito pressionado pela pata do grande felino.

“você não precisa de minha ajuda, pequenina, precisa da ajuda dela”

Lini olhou fundo nos olhos da leopardo fêma e não viu fome nem malícia. Se esforçando para respirar, fitou a grande felina e perguntou “você pode me ajudar?”

Inexplicavelmente a Leopardo-das-neves levantou a pata do peito da Gnoma. Com o peito sem o enorme peso extra, Lini respirava novamente, mas o primeiro gole de ar veio com uma crise de tosse. Quando recuperou-se, não havia nem sinal da leopardo nem da Norn. Estava angustiada, só e com muito medo, uma pequena gnoma num mundo muito grande.

“volte!”, gritou desesperada. “não vá, por favor, não me deixe aqui sozinha”. Ela caiu de joelhos, as lágrimas escorriam novamente rosto abaixo, até ouvir um som de passos que se aprooximava.

Ninguém vai queimar árvore nenhuma enquanto eu estiver por aqui, anão louco.

(Lini para Harsk. Pathfinder Vol 1 #4)

A leopardo retornara e com a delicadeza de uma mãe para com seus filhos, limpou as lágrimas da gnoma com uma lambida. Lini agarrou a leopardo pelo pescoço dizendo “você é minha amiga, não é? vou te chamar de Droogami, é assim que chamamos bons amigos”

Lini apanhou um graveto do chão antes de subir no dorso da grande felina. “vamos Droogami, não temos mais o que fazer aqui”

Desde que se despediu das Terra dos Reis Linnorm, Lini coletou dezenas de gravetos, um para cada floresta que visitara. Normalmente enquanto descansa de longas viagens, ela se senta ao lado de Droogami e passa seu tempo descascando e polindo os gravetos, quase obsessivamente.

A Druida Lini fecha os Icônicos das classes núcleares de Pathfinder.

Na semana que vem, Seltyel, o Magus, abre a série de icônicos das classes básicas.

Fred Torres

Ilustração de Wayne Reynolds

Lini, A Defensora
5 (100%) 2 votes

pinit_fg_en_rect_red_28 Lini, A Defensora

Leia Também:

Leave a Reply

Theme by Anders Norén