Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Arzien, Aventuras em Arzien

Fuga de Galrandar: Encontro de Sean e Zelot

Arzien_Castelo-Galrandar

Esse texto traz um resumo de uma aventura narrada a muito tempo atrás. Porém, a fim de registro histórico, resolvi publicar.

Nesta narração, o guerreiro Sean Kallingard e a ladra Zelot, com a ajuda do arquimago Perathos Alberdon, fogem de uma fortaleza do Altar.

Sean Kallingard havia se tornado prisioneiro do Lorde Dreghet  enquanto Zelot, sob o domínio de Khalile, servia aos desígnios do seu mestre, Vanothias Gumbar (que dominava a mente de Lorde Russel Oskion).

A dupla conseguiu fugir das masmorras de uma fortaleza do O Altar, em algum lugar de Mirkazin.

Depois disso, eles foram auxiliados pelo Arquimago Perathos Alberdon, em Arantur, capital de Dulamar, para em seguida se juntarem ao grupo de campo do Anel Guardião, em Alkemor.


Esse texto tem o objetivo de registrar o encontro do herói Sean  com Zelot, marcando o fim derradeiro do Grupo 3.

O motivo de ter sido narrada (ao invés de ser jogada) foi que, na época, o jogador Marcelo Guimarães queria acelerar a sua união como Grupo 2.

Vale ressaltar que quase toda mini-campanha de Sean Kallingard foi narrada e pode ser encontrada no artigo:

Bem, chega de conversa e vamos a história…

Sinopse de Sean Kallingard

Espada-Kallingard Fuga de Galrandar: Encontro de Sean e Zelot

Espada Kallingard: arma ancestral do Clã Kallingard. Representa a honra, heroísmo e glória.  A arma é a única salvação de Lorde Frajean Kallingard e de Greslund. Porém, hoje a arma se encontra em posse de um terrível vilão…

Sean Kallingard havia falhado miseravelmente em sua missão.

Todos os seus companheiros morreram no combate contra Lorde Dreghet VonZyke após uma tentativa dele e seu grupo de recuperarem a Espada Kallingard nas masmorras do Castelo Alta-Vista, na Cidade de Mirkazin.

Sean só não foi morto porque Lorde Dreghet queria que o último Kallingard encontrasse seu fim na lâmina da espada da própria família, em posse do seu pupilo, Kreven, O Névoa.

Após semanas aprisionado nas masmorras do Castelo Alta-Vista, Sean finalmente é levado para a Fortaleza Galrandar, como um prisioneiro.

O guerreiro ainda se lembrava dos últimos momentos ao lado de aliados formados longo de pequenas aventuras nos Principados de Mirkazin. 

Dentre eles, e a que mais sentia falta, era de sua amante Alexia Flecha-Veloz, uma habilidosa batedora que conheceu quando fez sua última aventura como mercenário, na busca pela Árvore de Ouro, no Bosque Enlil.

Ela havia sido degolada por Lorde Dreghet enquanto o guerreiro estava ao chão, muito ferido e incapacitado.

Outro aliado que também havia sido aprisionado foi seu mestre, Sir Ian McAllister, o último remanescente aliado do seu pai, que ao longo de anos luta para reaver a sanidade do senhor de Greslund.

Mas, tudo havia acabado.

Os mortos estavam ao seu lado, em um chão imundo de uma masmorra.

E a culpa por tudo isso recaía sobre seus ombros, como uma montanha impiedosa.

Dreghet queria que o guerreiro tivesse a chance de recuperar a Espada Kallingard, a arma que causou toda a reviravolta na vida do guerreiro, desde Ian McAllister, o reencontrou nas redondezas de Balfrist.

O cruel General de Mirkazin queria que Sean lutasse até a morte contra um antigo pupilo: Kreven, O Névoa.

Assim, acabaria de uma vez por todas com a linhagem de todos os Kallingards, banindo-os da face de Arzien.

acf0d-sean_kallingard_zoom Fuga de Galrandar: Encontro de Sean e Zelot

Sean era prisioneiro de Lorge Dreghet.

Sinopse de Zelot

Zelot, sob o domínio de Khalile, estava presente na Fortaleza Galrandar na mesma época que Sean Kallingard, apesar de jamais tê-lo visto antes.

Ao lado de Lorde Oskion, Kreven e Kyra, eles foram teletransportados por Darshânia de Azelust (a capital de Al-Ghûmbak) para a Fortaleza Galrandar, em algum lugar em Mirkazin.

O motivo seria uma reunião que ocorreria entre os membros do O Altar.

A ladina já estava a dois dias no castelo. Seu mestre se reunia com frequência com outros membros enquanto aguardavam a chegada dos demais.

Zelot o tempo todo observava, ouvia e sentia o que sua contraparte maligna fazia.

O poder de Khalile crescia cada dia mais, consumindo o espírito de Zelot.

Zelot_Khalile Fuga de Galrandar: Encontro de Sean e Zelot

Zelot sob o domínio de Khalile.

O Primeiro Encontro

No início do terceiro dia, Zelot descobre que um membro do O Altar havia chegada em uma comitiva de cavaleiros, vindos da cidade de Mirkazin.

Era o temido Lorde Dreghet VonZyke, General da Mesa Dourada de Mirkazin.

Enquanto os demais membros recepcionavam a chegada do general, Zelot (que observava e ouvia por Khalile) percebeu que ele trazia diversos prisioneiros.

Havia de tudo, deste de humanóides, criaturas e outros seres humanos. O motivo era incerto. Porém, havia um prisioneiro incomum sendo escoltado por soldados fortemente armados.

Era um homem, musculoso, de cabelos longos, barba mau-feita e bastante maltratado. Zelot sentiu uma atração vinda deste homem, que carregava muito ódio e tristeza em seu olhar.

Essa atração era algo estranho e a incomodava profundamente.

Era como se a salvação da ladina estivesse ligada a este guerreiro.

Este prisioneiro, assim como outros troféus de Lorde Dreghet, foi apresentado aos demais membros do O Altar como sendo o último remanescente da família Kallingard, um clã de cavaleiros de Dulamar.

Zelot consegue perceber que Kreven, o Névoa, braço-direito de Lorde Oskion e vilão de longas datas, parece se interessar por este prisioneiro.

Lorde Dreghet sorri enquanto observa e apenas diz:

Lorde Dreghet VonZyke: Como vocês sabem, nunca venho até vocês de mãos vazias.

Senhores, teremos algumas surpresas para mais tarde.

Dentre elas, uma luta de vida ou morte.

Kreven, você terá a oportunidade de duelar contra este guerreiro,  o último remanescente do Clã Kallingard. (ele aponta para o prisioneiro)

Finalmente você vai ter a chance de se firmar como portador da espada que carrega, fechando o ciclo desta família decadente.

E assim, o guerreiro surrado e bastante enfraquecido, é levado para as masmorras da Fortaleza.

A ladina observa, atenta a tudo isto.

De alguma forma, este homem tinha um destino ligado ao seu.

Ele seria o seu libertador.

Bem como ela seria a sua libertadora.

Arzien_Masmorras_Galrandar Fuga de Galrandar: Encontro de Sean e Zelot

Sean é levado para as masmorras da fortaleza.

Reunião dos Nove Arautos

Neste mesmo dia, a noite houve um verdadeiro banquete, com festa e muita comida e bebida. Haviam diversas pessoas, a maioria burgueses, nobres e mercadores, mas também figuras estranhas, ocultas em mantos e máscaras.

Zelot, sob o domínio de Khalile participou de uma reunião a portas fechadas com os membros de um grupo conhecido como Os Nove Arautos, que se intitulavam os futuros portadores dos Medalhões de Krynplastor.

Formado por diferentes personalidades, esse grupo era um braço da temida e gigantesca organização conhecida como O Altar, cuja a extensão, interesses e verdadeiros líderes são desconhecidos.

A reunião que Zelot presenciou revelou muito sobre os vilões e suas intenções.

Porém, não vou descrever aqui neste texto.

O que importa é que, em dado momento, Zelot deixa e sente que retomou o poder do seu corpo e espírito.

De alguma forma, ela foi auxiliada por uma força superior (e desconhecida).

Ela teria uma chance de finalmente escapar do domínio de Vanothias.

Porém, ela precisava salvar o prisioneiro que encontrou pela manhã deste dia, pois ele seria a chave de sua libertação de Khalile.

O Segundo Encontro

Zelot segue para as masmorras da Fortaleza Galrandar.

O local era terrível. Haviam armadilhas, soldados, salas e corredores escuros.

Furtiva e oculta, a ladina consegue sobrepujar diversos guardas, roubar chaves, ludibriar guardiões até chegar a cela do prisioneiro que procurava.

Com a chave do carcereiro morto, a ladina abre a cela de Sean.

O guerreiro estava enfraquecido e sem esperanças.

Zelot lhe entrega duas poções de cura, bem como um cantil com água. Sean, que estava desidratado, mata sua sede e recupera parte de seus ferimentos.

Como não havia tempo para conversar, ambos seguem juntos pelas masmorras, em busca da saída o mais rápido possível.

Após enfrentarem outros guardas, a dupla consegue deixar o local após encontrarem uma passagem estreita que dá em uma das torres. Eles conseguem se esgueirar até chegar nas muralhas do castelo. De lá escalam com uma corda de cânhamo até o outro lado.

Neste interim os guardas do calabouço já haviam detectado a fuga de presos. O alarme havia sido soado, alertando diversos soldados que começaram a procurar pelos fugitivos.

Zelot e Sean precisavam correr o mais rápido possível!

Arzien_Castelo-Galrandar Fuga de Galrandar: Encontro de Sean e Zelot

Sean e Zelot fogem da Fortaleza Galrandar.

A Sombria Fragmentação

Quando descem pela muralha e começam a correr pelos campos, na escuridão da noite, os heróis percebem movimentações nas muralhas e no portão do castelo.

Flechas são disparadas contra a dupla, bem como grupos de cavaleiros se apressam para impedir que os fugitivos escapem.

Zelot avista um riacho não muito longe e então tem uma brilhante ideia: utilizar a última dose de um pó de comunicação do Anel Guardião para contactar a Princesa Érika ou Perathos Alberdon.

O plano estava traçado.

Assim que chegam ao riacho, Zelot derruba o pó na água e contacta a Princesa Érika, que se surpreende ao revê-la.

Zelot: Princesa Érika, sou eu, Zelot.

Não tenho muito tempo para explicar, mas precisamos da ajuda de Perathos urgente.

Estamos tentando escapar de inimigos e não temos para onde ir!

Precisamos da ajuda de vocês!

Estamos em algum lugar de Mirka….

AHHHhhhhH!!!

De repente, algo estranho acontece!

Zelot  sente uma forte dor em seu peito. Alguma força contrária a sua vontade tenta controlar seu corpo.

Ela se contorce e grita, levando as mãos na cabeça, que parece que vai explodir!

Era a manifestação de Khalile, a sua contraparte maligna que ela havia suprimido.

Khalile era um espectro da decadência, uma criatura torpe criada pelas magias negras de Vanothias Gumbar, um poderoso clérigo de Recvill, o Deus da Morte e Corrupção.

Khalile tentava retomar o controle de Zelot, que o tempo inteiro estava oculta e protegida por alguma força enigmática dentro do próprio corpo.

A mente, corpo e espírito de ambas estavam lutando para retomar o controle.

Mas, Zelot não deixaria essa criatura vencer. Não dessa vez!

Foi assim, que ocorreu uma Sombria Fragmentação.

Em um momento de dor, aflição, desespero e horror, Zelot se contorce a medida que uma sombra escura e pérfida emerge de seu corpo!

Expulsa como um câncer maligno, Khalile,  ganha uma forma espectral de sombra, uma imagem maligna da própria ladina, de tudo que ela tem de ruim.

O espectro que emerge grita e se afasta, como se não acreditasse que havia perdido nesta luta interior.

Sean observava abismado, sem reação.

Preocupado com a aproximação dos diversos cavaleiros da fortaleza, o guerreiro se prepara para o pior.

4b97b-khalile2 Fuga de Galrandar: Encontro de Sean e Zelot

Khalile, contraparte maligna de Zelot.

A Salvação…

Parecia que tudo estava perdido.

Cavaleiros se aproximavam ao longe, com tochas e espadas em punho.

Sean iria ser levado de volta para o castelo e encontraria seu fim na lâmina da própria espada de sua família.

Pior morte e desonra não há…

Talvez fosse o destino que ele merecia, por levar diversos aliados para morte na última aventura. Eles sacrificaram suas vidas, acreditavam que o guerreiro finalmente encontraria a salvação de sua terra natal.

Talvez a morte era a única forma de aplacar sua dor.

Mas, não foi isso que aconteceu.

O guerreiro percebe um forte brilho ser formado dentro do rio, as águas de tornam turbulentas e então um redemoinho se forma e o brilho aumenta, revelando uma passagem mágica.

Ele escuta uma voz alta, dizendo:

Salte!

Salte para dentro da água! 

Sem pensar duas vezes, Sean agarra Zelot (que estava muito cansada e exausta), e salta para dentro do portal.

Assim que cruzam a passagem mágica, ela se fecha atrás deles.

Sean sente um frio percorrer sua espinha e um forte enjoo em seu estômago.

Eles aparecem em outro lugar, totalmente diferente: o alto de alguma torre de pedra, em alguma cidade desconhecida.

Próximo a eles havia uma bela mulher de cabelos negros e um senhor de idade, com barba e cabelos brancos, segurando um cajado.

O senhor se aproxima e diz:

Perathos: Acalme-se jovem. Vocês estão seguros agora.

Eu sou Perathos Alberdon, e vocês estão em Arantur, a capital de Dulamar.

Não se assuste com a altura, você está no alto da Torre do Cajado.

Arzien_Torre-do-Cajado-Arantur-e1497388281752 Fuga de Galrandar: Encontro de Sean e Zelot

Sean e Zelot são transportados para a Torre do Cajado, em Arantur – a capital de Dulamar.

Juntos em uma nova aventura

No dia seguinte, após se recuperarem e se alimentarem, tudo é explicado entre os novos aliados.

Sean e Zelot narram suas histórias e os tortuosos caminhos que passaram.

No final, a história deles se cruzam com um único objetivo: derrotar o O Altar.

O guerreiro, ao lado de Zelot, se prepara para se juntar aos demais membros do Grupo 2, que precisavam urgente da ajuda deles.

No dia seguinte, Sean e Zelot são teletransportados com Perathos para o deserto de Alkemor.

Eles aparecem nas bordas da Floresta das Estacas, bem no raiar do dia, momento em que os heróis são atacados por criaturas!

 
Fuga de Galrandar: Encontro de Sean e Zelot
5 (100%) 1 vote

Leia Também:

1 Comment

  1. Foto de perfil de Bruno Santos

    Rpz que eletrizante!

    Sean e Zelot formaram uma bela dupla, e ambos carentes de salvação, a encontraram um no socorro do outro…

    A Sombra dos Medalhões retirou um peso tão grande das costas. tantas coisas terríveis, Khalile a fez realizar, que ela até hoje vive um remorso, uma melancolia sem fim, como se o arrependimento fosse companheira de todas as horas. Isso explica muito de seu humor e comportamento. Junto com tudo que havia de ruim em Zelot, Khalile parece que levou uma parte do brio da ladina, de sua felicidade, espontaneidade, e coragem.

    E como uma resistente, Zelot busca a resiliência necessária para resgatar a si mesmo. Talvez seja isso que Sean esteja fazendo com Krushter, e ela acredita que a dupla ainda vai ser muito falada em tabernas e conversas de viajantes das estradas de Dulamar.

    Parabéns Toice. Texto honesto e rico. Arzien vive!

Leave a Reply

Theme by Anders Norén