Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Aventuras em Crivon, Crivon

Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Para ver o capítulo anterior, clique aqui.

Personagens:

Delgrim Escudo Dourado (anão) – guerreiro campeão de 4º nível
Sigurn Escudo Abençoado (anão) – guerreiro mestre da batalha de 4º nível
Juliette Tasselroff (humana endoariana) – ladina de 1º nível e bruxa de 3º nível
Van Berg (humano bórgon) – clérigo de Alphena de 4º nível

Assista os vídeos da sessão no canal do Orbe no YouTube

Para ver o áudio desta partida, o primeiro ato, clique aqui.

O confronto na chuva

Sessão do dia 25/07/2017

Sigurn deixou a Estalagem do Verme Verde em busca da confirmação do paradeiro de Quendrix, que segundo Delgrim havia se dirigido para a requintada Taverna do Worg Empalado.

Em seu caminho pelas penumbradas ruas da Cidadela Verde, o anão vigilante sentiu a fina chuva e o crescente frio que tentavam se apoderar dele, enquanto uma sensação de perigo crescia em seu coração.

Ao chegar numa avenida mais deserta, dado o horário tardio (madrugada), o guarda passava por algumas residências quando foi acuado por bandidos.

sigurn-1 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Sigurn encurralado por bandidos os combateu. Fonte: Roll20.net

Os bandidos – que portavam porretes e trajavam belos mantos verdes, o ameaçaram, exigindo sua rendição e como Sigurn não estava disposto a se entregar sem luta, o combate foi inevitável.

sigurn-2 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Sigurn enfrentou os bandidos. Fonte: Roll20.net

Lutando com sua espada curta, o anão foi páreo duro para os bandidos que foram derrotados inevitavelmente, quando o primeiro tombou. O segundo, preocupado com o comparsa, abandonou a luta e pediu para permissão ao anão para atender seu companheiro caído. Enquanto o bandido cuidava dos ferimentos do outro, o anão o interpelou sobre quem o havia mandado para ali.

Antes que ele pudesse responder direito as perguntas de Sigurn, foram interrompidos por uma potente voz feminina que elogiou o anão pela performance – apesar de destacar que ele poderia ter se tornado um assassino e exigiu a permanência dele no local, caso contrário ele teria que enfrentá-la.

amazon-mistica-misteriosa-garota-guerreira Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Sigurn viu a aparência da mulher misteriosa. Fonte: internet

Porém, Sigurn estava decidido e ninguém o deteria. Assim, confrontou a nova oponente, que exibiu grandes habilidades, com golpes precisos de seu porrete e uso de magia, levando muito perigo para o mestre de batalhas.

O combate foi intenso, mas ao final, Sigurn prevaleceu, derrotando a auto nomeada amazona mística, que ao se levantar, após uma rasteira dada pelo anão, acabou revelando sua aparência. Ela se afastou dele, convocando mais dois comparsas, determinando que aquela luta havia acabado, deixando o anão partir.

sigurn-4 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Sigurn encurralou a amazona. Fonte: Roll20.net

Desconfiado, Sigurn ordenou que eles partissem dali. A mulher e os dois bandidos sumiram na escuridão, enquanto a chuva que caiu molhava o anão, ele ficou pensando que se tivesse vacilado em algum momento, talvez não estivesse mais entre os vivos e se preocupou com os amigos.

Esperando na chuva

Para ouvir o áudio do segundo ato, clique aqui.

Delgrim havia acabado de conversar com Glader e, após trocar de roupas, decidiu que não iria sozinho para a Taverna do Worg Empalado, convidando Iliana, a camareira da Estalagem do Verme Verde para acompanhá-lo. A mulher, empolgada para experimentar a boa bebida daquele local requintado, topou na hora, abandonando seu posto, após uma rápida arrumação  que fez para a ocasião.

vigilante-solitario-600x480 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Delgrim foi contido por figuras misteriosas. Fonte: internet

Assim, eles partiram, mas tiveram seu caminho atravessado por um par de bandidos. Um terceiro apareceu logo em seguida e com sua voz feminina, de estranho sotaque, exigiu que Delgrim permanecesse ali com eles por um tempo. O anão solicitou que sua acompanhante partisse, dando algumas moedas para ela passar o tempo na estalagem enquanto ele não chegava.

Por alguns minutos, ele permaneceu no local, esperando sob a chuva, andando de um lado para o outro, enquanto tentava, em vão, estabelecer um diálogo com seus capturadores ou identificá-los. No entanto o máximo que donseguiu, além de insultar os bandidos, foi perceber que a esquiva mulher tinha uma pele com leve tom de marrom, ao vislumbrar sua mão direita.

delgrim-2 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Delgrim conseguiu fazer com que a Iliana passasse. Fonte: Roll20.net

Com um aceno de mão da misteriosa mulher, o trio que estava contendo Delgrim, repentinamente se afastou, sem lhe fazer mal algum. Intrigado, o anão desarmado, continuou seguindo para a Taverna do Worg Empalado.

Para ouvir o áudio deste ponto, clique aqui.

Ao chegar lá, encontrou um ambiente lotado. Muitas pessoas, àquela hora da madrugada, estavam empolgadas e silenciosas, ouvindo as melodias que Quendrix e Andreas tocavam e as estórias contadas pelo bardo no prelúdio de cada canção sobre heróis do passado. Pareceu a Delgrim, apesar da expressão fechada da guerreira, que ela – de alguma maneira, estava feliz. Além disso, ele viu que numa mesão, no centro da taverna, estava Iulf e mais algumas companhias, bebendo e apreciando a atmosfera do local.

Sigurn chegou minutos após e se juntou a Delgrim, que estava no balcão do bar com Iliana. Eles se afastaram da dama de companhia de Delgrim e foram conversar do lado de fora da taverna, onde um informou ao outro o que lhes havia acontecido.

Ao final da conversa, Sigurn retornou para a Estalagem do Verme Verde, enquanto Delgrim ficou. Escudo Dourado¹, teve a ideia de interpelar Quendrix diretamente.

Após a música acabar e o movimento baixar, Delgrim foi atrás de Quendrix, que saiu do estabelecimento.  Ao interpelar ela diretamente sobre os planos de Sua Alteza, a guerreira comentou, que havia percebido que ele a esteve seguindo durante aquela noite, mas não respondeu precisamente, nada do que o anão a havia perguntado.

Enquanto a viu sumir na escuridão da cidadela, Delgrim decidiu que era hora de retornar para o Verme Verde.

O tombo

Para ver o áudio do terceiro ato, clique aqui.

Enquanto os anões procuravam por Juliette pela cidadela, a nobre ladina havia utilizado de suas artimanhas de bruxa para se disfarçar num velho viajante e novamente se hospedar na Estalagem do Verme Verde. Seu intuito era espionar os seguranças de Quendrix e talvez extrair de algum deles alguma informação que lhe fosse útil.

Contudo, um dos primeiros percalços foi com o estalajadeiro noturno, Rulf – que detinha uma grande memória visual sobre todos os hospedes que ali ficavam e denotou conhecer o dono das feições assumidas por Juliette, no momento em que os quatro seguranças da guerreira haviam chegado para se recolherem.  Mas, graças a lábia da ladina, a situação foi contornada, sem levantar suspeitas, apesar do nervosismo da nobre.

Uma vez em seu novo quarto – ao lado do quarto dos seguranças, a ladina, ainda mantendo as feições do viajante, se apressou para iniciar a invasão e dominar os dois guerreiros, que não esperariam uma chegada assim. No entanto, ao tentar fazer a travessia, as mãos da ladina escorregaram no parapeito da outra janela e o tombo foi inevitável.

queda-600x320 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Juliette caiu. Fonte: internet

A janela dos seguranças se abriu, enquanto Juliette, machucada, encharcada, ainda se recuperando do tombo sofrido, rapidamente rolou para próxima a parede da construção, torcendo para não ser vista. Contudo, uma pessoa de feições nada comuns àquela região, a observou, surpreso e curioso com aquele acontecimento.

Van Berg

van-berga-sorin_markov_by_billcreative-d9vwt9r-424x600 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Van Berg, o enciclopedista bórgon. by_billcreative

Van Berg, um enciclopedista auxiliar de Mestre Yuric Aldrel, um velho senhor de uma sabedoria egoísta e de curiosos conhecimentos que guarda para si, que detém o cargo de Tesoureiro da Cidadela Verde, havia deixado o conforto e calor de sua alcova no sobrado de seu novo mestre, para espairecer as ideias, após uma discussão infrutífera com Yuric. Para Van Berg o velho enxerga nele uma ameaça a seu posto, dada sua idade, e parece sabotá-lo enchendo-o de trabalhos para mantê-lo distante.

O enciclopedista caminhou sentindo o frio da chuva e do clima, que até certo ponto lhe rememorou sua cidade natal – Arcânia (Borgstânia), quando ao passar ao lado da Estalagem/Taverna do Verme Verde, viu a queda do estranho homem.  Do ponto onde estava, Berg não foi percebido pelo segurança que abrira e fechara a janela sem perceber o que havia acontecido.

Rapidamente Berg se aproximou da pessoa caída e a interpelou se estava bem, no mesmo momento em que Juliette novamente alterou sua aparência para a de um outro viajante.

O enciclopedista percebeu a ilusão utilizada pela bruxa – apenas sabendo que um homem estava a sua frente e mudou de forma de maneira displicente. Curioso com aquilo, se aproximou e ao não obter resposta, falou de forma irônica que a ilusão não teria obtido o sucesso esperado por seu conjurador.

Envergonhada pelo fracasso de sua tentativa e indisposta para dialogar com o estranho homem, Juliette em sua nova forma, evadiu, sem dizer palavra. A jovem correu para longe da Estalagem/Taverna do Verme Verde, o máximo que pode.

Ainda intrigado com a cena que acabara de ver, Van Berg entrou na estalagem e após conversar com Rulf, o convenceu de que alguma coisa estranha havia acabado de acontecer em seu turno. Curiosos, os dois, Berg e Rulf foram até o quarto do viajante (Juliette) e descobriram que o quarto estava vazio. Berg percebeu um aroma adocicado no quarto e notou marcas entre a janela deste quarto e a do quarto vizinho.

Ao deixarem o local, o enciclopedista se bateu na porta do vizinho para tentar interrogá-lo, mas foi mal recebido e enxotado por um dos seguranças de Lady Quendrix.

O encontro de Sigurn com o curioso homem

Rulf já havia descido no momento em que Sigurn chegou e junto com Berg ouviram um grito vindo do quarto de Juliette. Sem titubear, ambos foram até o quarto.

Sigurn-BlessShield Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Sigurn se encontrou com Van Berg. Fonte: internet

Sigurn, cansado e desconfiado da aproximação do estranho homem que havia acabado de conversar com um segurança de Quendrix, examinando o enciclopedista, interpelou o que ele queria. Berg lhe disse que estava apenas curioso, mas como não havia tempo para muito diálogo, ao descartar que o homem fosse uma ameça, arrombou a porta do quarto da nobre, encontrou um homem caído com um machucado na cabeça, próximo a janela.

Após conversarem com o homem confuso, verificarem que ele era mais uma vítima, das circunstâncias, tendo sido colocado ali por Juliette como uma isca. Ao que pareceu, o plano de Juliette havia dado certo, pois fosse lá quem fosse teve seu plano de sequestro frustrado.

Novamente Berg sentiu o aroma adocicado de perfume que vinha do vestido de baile de Juliette e comentou com Sigurn sobre seu encontro com um estranho homem na chuva, que havia caído de uma das janelas da estalagem.

Os dois chegaram a conclusão de que Juliette havia aprontado alguma coisa, só não sabiam se todos os seus planos haviam ou não dado certo.

Ao irem para o lado de fora da estalagem, perceberam a aproximação de Delgrim e sua acompanhante. Ao longe, divisaram o horizonte frio de uma manhã que em poucas horas chegaria nublada.

Delgrim dispensou sua acompanhante e foi ter com Sigurn e o estranho homem que estava ao seu lado. Uma vez apresentados, discutiram sobre o paradeiro de Juliette e Delgrim declarou que a ladina somente seria encontrada se assim o quisesse, indo se recolher.

Sigurn decidiu que iria procurá-la para cidadela mesmo assim, pois temia pelo pior. Van Berg, ainda muito curioso com aquela situação, decidiu acompanhar o anão pelas ruas da cidadela verde, enquanto se questionavam sobre qual seria o paradeiro da jovem de olhos lilases.

Muito coisa aconteceu e ainda estaria para acontecer durante as correrias naquela noite chuvosa.

Continua…

¹ - O sobrenome de Delgrim

Criação e elaboração: Patrick, Alan, Ângelo, Sandro, Tiago.
Autoria da logo de capa: Shin
Fontes de imagens: internet

Pontuações de experiência:

As pontuações de experiência pelas interpretações foram:

  • Delgrim – 200 ptos de xp
  • Juliette – 130 ptos de xp
  • Sigurn – 750 ptos de xp (combates e interpretação)
  • Van – 250 ptos de xp pelo histórico, 650 ptos de xp  pelo texto sobre a fé em Alphena e 100 ptos de xp por interpretação

Carta da sessão:

Tivemos um recorde de cartas nesta sessão. Foram 6!

WhatsApp-Image-2017-07-25-at-21.50.19 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Sigurn, sozinho e em perigo.

WhatsApp-Image-2017-07-25-at-22.26.29 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Delgrim, cercado.

WhatsApp-Image-2017-07-25-at-23.05.49 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Juliette, a Dama disfarçada.

WhatsApp-Image-2017-07-25-at-23.17.29 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Juliette, a Dama Desajeitada

WhatsApp-Image-2017-07-26-at-00.33.05 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Van Berg, o Mestre das Estórias

WhatsApp-Image-2017-07-26-at-01.00.41 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Juliette, a mestra das falhas.

Correrias numa noite chuvosa, parte 1
5 (100%) 5 votes

pinit_fg_en_rect_red_28 Correrias numa noite chuvosa, parte 1

Leia Também:

4 Comments

  1. Muito boa e muito tenha a aventura. Meu microfone ficou muito baixo por causa da conexão, não havia muito o que fazer… Mas vida que segue rsrsrs. Patrick, como Sandro dividiu os vídeos você poderia colocar os links para cada um deles separadamente quando o referente trecho começasse

  2. “Enquanto os anões procuravam por Juliette pela cidadela, a nobre ladina havia utilizado de suas artimanhas de bruxa para se disfarçar num velho viajante e novamente se hospedar na Estalagem do Verme Verde. Seu intuito era espionar os seguranças de Quendrix e talvez extrair de algum deles alguma informação que lhe fosse útil.

    (…)

    “Uma vez em seu novo quarto – ao lado do quarto dos seguranças, a ladina, ainda mantendo as feições do viajante, se apressou para iniciar a invasão e dominar os dois guerreiros, que não esperariam uma chegada assim. No entanto, ao tentar fazer a travessia, as mãos da ladina escorregaram no parapeito da outra janela e o tombo foi inevitável.”

    Todo o cuidadoso planejamento para desmascarar os vilões que conspiram contra Juliette lançados por terra após sucessivas rolagens de resultados ruins…

    Mas, a despeito do que resmungam alguns anões incrédulos, ela tinha razão em se precaver contra um possível sequestro:

    “Após conversarem com o homem confuso, verificarem que ele era mais uma vítima, das circunstâncias, tendo sido colocado ali por Juliette como uma isca. Ao que pareceu, o plano de Juliette havia dado certo, pois fosse lá quem fosse teve seu plano de sequestro frustrado.”

    Mestre Patrick, a ideia de Fred é boa. Separar os vídeos de acordo com os tópicos do resumo ou fazer um resumo em separado para cada vídeo (ou alguns deles) vai deixar as coisas mais organizadas.

    • Pronto mestre Sandro. Alterações feitas, acho que ficou mais adequado assim como vcs indicaram. Apesar de que percebi que o resumo, como foi preparado, não seguiu na integra o esquema dos áudios. Me atentarei para isso nos próximos. Saudações!

Leave a Reply

Theme by Anders Norén