Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Greyhawk, Religiões de Flanaess

Corellon Larethian

Corellon Larethian (cór-e-lon la-ré-ti-an) possui muitos títulos, entre eles estão: Criador dos elfos, O Protetor, Preservador de Toda a Vida, e Lei de Todos os elfos. Ele é o criador e preservador da raça dos elfos. Ele governa a magia, música, artes, poesia, e guerra. Elfos e Meio-elfos (como também muitos bardos) o adoram. Corellon favorece a morte dos orcs e os seguidores de Lolth. Ele abençoa os que ajudam os outros e se irrita com a perturbação dos mortos e daqueles que fogem de seus inimigos.

Greyhawk_Corellon-Símbolo-1 Corellon Larethian

Símbolo de Corellon

O panteão dos deuses élficos (também conhecido como Seldarine) consiste no líder Corellon Larethian, seguido por: Aerdrie Faenya, Sashelas Fundo, Erevan Ilesere, Fenmarel Mestarine, Hanali Celanil, Labelas Enoreth, Rillifane Rallathil, Sehanine Arco de Celene e Luna, e Solonor Thelandira.

Corellon vive no reino de Arvandor no plano de Arbórea.
Os clérigos de Corellon usam ciclos prateado e roupões leves do mais luminoso azul. O dia santo dele é a quarta lua, e ele é adorado em formações geológicas naturais. São oferecidos bonitos objetos em cada mês.

A Companhia da Flor Esquecida é uma organização livremente estruturada feita de cavaleiros elfos dedicados à recuperação de relíquias perdidas dos elfos, nas antigas ruínas de seu povo espalhadas pelas florestas de Flanaess. Seus membros incluem além das demais classes, também Paladinos elfos.
O Olho de Gruumsh, deus dos Orcs, é o maior inimigo do deus elfo, porque Corellon em tempos passados arrancou fora o olho dele. O panteão orc inteiro odeia Corellon intensamente. Corellon se opõe as divindades goblinóides.

Greyhawk_Corellon-Imagem Corellon Larethian

Corellon

Corellon também foi o responsável por banir Araushnee para o Abismo. Araushnee é muito conhecida pelo que ela se tornou após esse banimento: Lolth, a Aranha com parte do corpo humanóide, deusa demônio dos elfos negros mais conhecidos como drow. Por causa da amizade aguda com o Tribunal de Seelie, Corellon se encontra freqüentemente em conflito com a Rainha Aranha da Escuridão.

Título: Criador dos elfos, Protetor dos Seldarine, O preservador e Guardião da Vida, Lei de todos os elfos, Grande Raelar de Arvandor
Plano: Clareiras na Selva Olímpica de Arbórea
Origem: Élfica
Aspectos: Magia élfica (especialmente a alta magia élfica), Música, Artes, Guerra, Poetas, Poesia, Bardos e Guerreiros
Domínios: Caos, Comunidade, Bem, Proteção, Guerra
Aliados: Seldarine, Panteão Gnomo e Halfling
Superior: –
Inimigos: Grummsh, Lolth, todo panteão goblin
Arma: Espada Longa

Quer conhecer mais sobre o cenário de campanha de Greyhawk? Clique Aqui.

Corellon Larethian
5 (100%) 1 vote

pinit_fg_en_rect_red_28 Corellon Larethian

Leia Também:

5 Comments

  1. Seria interessante também citar os Campeões de Colrellon Larethian, a classe de prestígio que representa a epítome da raça élfica e a vontade de Corellon no plano material.

  2. Acho que os Campeões de Corellon não têm nenhuma relevância no mundo de Oerth, muito menos para com o tópico… XP iauehiuaehiuaehiauehiuaehiaeuhiuaehiuae

  3. KKKKKK, sai dai ! Talglor não é e nunca será páreo para Rathnar!

  4. eauheauheauhauhaeuhaeuuauhaea

  5. Agora mais do que nunca Rathnar Selfanar busca a fé com o Pai dos Elfos.

    Rathnar voltou do mundo dos mortos após dois longos anos lamentando por ter falhado em sua missão de proteger Thaumiel. Na ocasião, Rathnar era um Raelar (General) do Exército da Libertação de Demesnes e liderava um grupo de heróis para livrar Antecer de criaturas extraplanares.

    Agora a Floresta Celadon esta corrompida e envolta em trevas.
    Seu povo, do Reino de Demesnes, passa por uma situação critica.

    O guerreiro elfo busca a Força Interior, através do seu aprimoramento em combate e da sua fé por Corellon Larethian, e Força Exterior, com o recrutamento e formação de uma nova falange de heróis capaz de combater de frente seus diversos inimigos.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén