Para ver o episódio anterior, clique aqui.

Darkness-600x450 Aventura CaLuCe: O passageiro das trevas – o pranto do herói

Tinthalion não enxergava nada além das trevas, enquanto sentiu seu corpo sendo molhado pelo sangue de Galion.

Sem tempo para lamentar a morte de Galion, rapidamente, Markin recuou procurando se afastar das trevas. Ao fazer isso, voltou a enxergar, percebendo que a escuridão estava restrita a uma pequena área a sua frente.

Ele aspirou o ar menos abafado, mas ferruginoso por conta do sangue, ele ainda não havia se dado conta de estar todo manchado por ele e do ponto em que estava, apesar de não conseguir ouvir, pode ver a cara de perplexidade e horror de Adran e Adele.

Os dois arqueiros ainda confrontavam os hobgoblins que estavam do lado de fora da escuridão, quando contemplaram as metades de Galion sendo arremessadas aleatoriamente da escuridão para fora, caindo em pontos diferentes do acampamento.

adran-irmao-de-adrie Aventura CaLuCe: O passageiro das trevas – o pranto do herói

Adran seguiu para o confronto corporal.

Tinthalion viu quando o elfo florestal, Adran pareceu lhe gritar algo, e ao não ter resposta do alto elfo, marchou em sua direção para ajudá-lo – como se deduzisse que Markin estava em choque. Mas na verdade o herói elfo ainda estava sob influência da magia silêncio, lançada por Quishant.

Flecha Rápida, exasperado, largou seu arco no chão enquanto correu na direção de Markin e de onde estaria Adrie, puxou uma esverdeada cimitarra e continuou avançando, temendo pela vida dos dois. Mas sua rota foi barrada por hobgoblins que o levaram ao confronto. De onde estava, tentando manter a calma necessária naquele momento, Adele prosseguiu dando apoio com suas flechas.

Markin, não tendo muito tempo para se recuperar, pois um hobgoblin – que estava do lado de fora, tentou golpeá-lo ao deixar as trevas, mas não obteve êxito, pois o elfo apesar de assustado, tinha grandes reflexos em combate e não só conseguiu evitar o ataque inimigo, como eliminou seu oponente.

Em seguida, a escuridão avançou e ao englobá-lo novamente, desta vez o agarrou. Apesar de tentar resistir bravamente, utilizando toda a sua força, ele sentiu uma grande pressão em seu abdome, como se uma pinça, poderosa e firme como o aço, o prendesse.

Tinthalion sentiu um profundo machucado, que quase o nocauteou, percebendo que se não se desvencilhasse, morreria naquele abraço mortal. No entanto, antes que conseguisse esboçar uma reação para escapar, foi arremessado para fora, se chocando ao chão, não muito longe de onde estava, enquanto ouviu em sua mente o som de uma gargalhada, como se a criatura se deleitasse com o sofrimento dele.

Rapidamente levantou-se, contemplou a si mesmo em horror, pois estava coberto de sangue, parte dele – proveniente do corte que sofreu e a outra de Galion, em maior quantidade.

Sem pestanejar, sorveu uma das poções que havia recebido no povoado élfico, recobrando muito de seu vigor, no entanto o Capitão Grievuss tentando aproveitar o momento de fraqueza do herói, juntamente com um de seus soldados conseguiram flanqueá-lo e lhe impedir um eventual fuga.

grievuss Aventura CaLuCe: O passageiro das trevas – o pranto do herói

Grievuss barrou sua passagem.

Este fato deixou Markin preocupado, pois as trevas novamente avançavam em sua direção e o fez refletir que se o combate continuasse daquela forma, certamente todos seriam mortos.

Adran arrodeou a área de trevas e enfrentando valentemente os hobgoblins em seu caminho, com a cobertura de Adele, seguiu chegar até o ponto onde julgou estar sua irmã.

Antes que Flecha Rápida pudesse chegar até o local que queria, Adrie Verdemanto saiu das trevas, correndo em pânico e ensanguentada. Ela estava visivelmente em choque pelo ocorrido a Galion, seguindo no sentido oposto ao do irmão, correu sem nota-lo.

Sem tempo para falar gritar a irmão, pois uma ameça estava a sua frente, Adran teve que confrontar um lobo atroz.

lobo-atros-600x559 Aventura CaLuCe: O passageiro das trevas – o pranto do herói

Adran teve que lidar com um lobo atroz.

O clérigo goblinoide, Quishant, no intuito de deter Adran, conjurou um flamejante e etéreo machado para ataca-lo,

sendo que nesse instante acabou permitindo que Markin voltasse a ouvir e falar, mas era tarde pois novamente as trevas estavam sobre ele, que estava com parte de seu caminho bloqueado pelo grande escudo de Grievuss e por um soldado hobgoblin que acompanhava o capitão. Assim novamente, Markin foi atingido pela criatura, sentindo sua energia vital sendo diminuída pelo poderoso agarramento. Nesse instante ele novamente ouviu a voz de Merlin que lhe disse:

– Nos aguarde em algum lugar seguro. Não confie em todos que estão com você. Que perigos podemos encontrar? Há diabos? Cuidado com a Caveira Flamejante.

Tinthalion, com muito esforço e tenacidade, conseguiu se desvencilhar e com muita destreza e uma sabia escolha, pegou o único caminho que não estava obstruído, saiu das trevas novamente e respondeu telepaticamente ao aliado:

– Estou em combate enfrentando a caveira flamejante neste exato momento. O devo fazer? A escuridão pérfida me consome. Estou nas ultimas!

– Oberon, me ajude!

Tinthalion, evadiu dos ataques de Grievuss e dos hobgoblins, conseguindo escapar, foi até o ponto onde estava Adele.

A elfa observou o exato momento em que Markin se dirigiu até ela, dando-lhe cobertura. Mas para sua apreensão, viu que Adran, olhando para eles e para Adrie – que assim como Tinthalion, partira na mesma direção de Adele, permaneceu incólume na rota entre as trevas que se aproximavam e o caminho até eles.

Flecha Rápida olhou de soslaio para Adele, fez um meneio com a cabeça, sorriu e adentrou a escuridão brandindo sua lâmina, para nunca mais ser visto com vida novamente.

1 Aventura CaLuCe: O passageiro das trevas – o pranto do herói

Adran se interpõe no caminho de Sombra da Morte. Fonte: Roll20.net

Adrie, após sua correria inicial, conseguiu recobrar um pouco de seu equilíbrio mental ao perceber que era seu irmão quem havia adentrado as trevas. Fez um breve silêncio, estarrecida, compreendendo o sacrifício de Adran e instintivamente, dentro do possível, avaliou a situação.

Ao perceber que Adele e seu aliado (Markin), estavam em perigo com a aproximação dos soldados inimigos remanescentes e do líder deles, utilizou seu poder mágico criando uma barreira ilusória de chamas que os assustou e os manteve afastados. No entanto a criatura envolta em trevas riu diante do efeito magico e disse com sua poderosa voz que ecoou nas cabeças deles:

– Pensa que pode me afetar com isso elfa? Eu estive em sua mente e conheço todos os seus truques! – A área de trevas avançou na direção de Adele e Markin, que estavam mais próximos – Isso não me causará mal algum! Pois a magia faz parte de minha essência!

Saindo da área de trevas, eles viram o corpo de Adran, que não gritou de dor ao ser atingido pelo corruptor, sendo arremessado e colidindo numa barraca do acampamento, fazendo um baque surdo.

Markin observou a aproximação da escuridão que voltou a se mover na direção deles e matou mais um hobgoblin que o flanqueava. Porém o herói sentiu que os ataques da criatura que estava envolta em trevas e dos hobgoblins haviam minando suas forças e impediam que ele fizesse frente aqueles adversários, uma vez que seus próprios aliados estavam sendo mortos e teve um arrepio pois sentiu que estava próximo do fim.

Adele, olhando para a escuridão que se aproximavam, chegou próximo ao herói, deu-lhe de beber sua poção de cura e lhe disse:

– Beba depressa! Você deve sair daqui e buscar reforços Markin!

Tinthalion respondeu a elfa, com voz triste:

– Venha comigo! Conseguiremos! Venha!

2 Aventura CaLuCe: O passageiro das trevas – o pranto do herói

Enquanto a criatura, cruzando a ilusão de chamas se aproximava, Adele se preparava para o seu sacrifício final. Fonte: Roll20.net

Adele rebateu:

– Não! Se formos os dois, acabaremos sendo pegos. Se um ficar, ao menos irá atrasar aquele monstro e dar a chance ao outro de escapar! Sobreviva e prometa que irá nos vingar!

– Com isso, cumpro minha promessa com Adran, pois lhe dei e, neste último instante, lhe darei meu suporte! Agora vá e vingue-nos!

adele-404x600 Aventura CaLuCe: O passageiro das trevas – o pranto do herói

Adele se sacrificou para dar suporte a Markin, cumprindo assim sua promessa a Adran.

Elfa sacou sua cimitarra e empurrou o alto elfo no instante em que as trevas, atravessando a cortina ilusória de chamas, chegaram até eles, encobrindo toda a luz novamente.

Markin ‘Sman, recuou rapidamente e pôde ver o semblante de tristeza de Adrie, que assim como ele ouviu o som do tilintar da espada da rastreadora, sendo seguido pelo grito de dor de Adele, que foi cruelmente assassinada pelas criaturas nas trevas.

Verdemanto, percebendo que aquele embate estava perdido, olhou para Markin e antes de adentrar um portal de luz mágica que criou para fujir, olhou para os hobgoblins e para a escuridão e gritou em fúria, antes de atravessar o portal e desaparecer:

– Vocês pagarão por essa barbárie, criaturas sujas! Nem que para isso eu tenha que usar as próprias trevas contras vocês! Por Titânia e Oberon, Eu juro! – A elfa desapareceu em seguida.

Tinthalion, aproveitou a distração criada e fugiu rapidamente, sendo ainda atingido por setas dos hobgoblins besteiros, que a todo o instante disparavam na esperança de enfraquece-lo.

Para evitar os ataques a distância, usou um encanto que o fez desaparecer das vistas de seus adversários goblinóides, correu para fora do acampamento inimigo, sob o som da sinistra gargalhada da criatura que disse ao final, enquanto corria até o ponto onde o herói estava, na expectativa de alcança-lo:

– E aí está o grande herói Markin S’man Tinthalion de Thankester Blayth! Grandioso, até em sua covardia! Grandioso, até em sua fuga! Fuja ôh poderoso herói! Fuja!

A criatura irrompeu em mais uma gargalhada e fez mais pilheria com o alto elfo, que mesmo com o orgulho e a alma feridos, conseguiu evadir sem mais ser atingido.

Markin S’man Tinthalion correu até perder o fôlego, até quase perder suas forças. No entanto, ele sentiu que qualquer distância que percorresse não seria o bastante para fazer com que fugisse de si mesmo e de toda a barbárie e terror por que passou.

O herói, ha muito tempo não havia sentido semelhante sensação, sentiu suas pernas estremecerem, não sabendo diferenciar, se era pelo cansaço ou pelo medo. Se aproximou de uma pedra, notou que havia transpirado muito. Ao tirar o suor de sua fronte, percebeu que ainda estava coberto pelo sangue de Galion.

O herói lembrou dos rostos dos integrantes daquele valoroso quarteto élfico do qual havia participado e chorou de tristeza e pesar, como ha muito tempo não havia chorado.

Para ver a continuação, clique aqui.

Criação e elaboração: Patrick, Aharon.
Fontes de imagens: internet
Autoria da imagem da capa do artigo: Shin

Aventura CaLuCe: O passageiro das trevas – o pranto do herói
5 (100%) 2 votes

pinit_fg_en_rect_red_28 Aventura CaLuCe: O passageiro das trevas – o pranto do herói

Leia Também: