cadff-estamostrabalhando-e1472082325687 A Árvore de Ouro, 1ª parte: O TraidorOs intrépidos aventureiros Sean Kallingard e Fenris Ardurian resolvem seus negócios com o nobre Hamilton Everbreath, um nobre Luvas-Branca de Balfrist. Eles haviam sido contratados pelo nobre para recuperar um mapa de um tesouro roubado por bandidos do Bosque Enlil. Entretanto, os aventureiros descobriram que um dos seguidores do nobre havia o traído, mas não sabiam se era o seu guarda-costa Roger Townes ou o seu mago e conselheiro, Daedulos de Kelm.

Após enfrentarem alguns perigos no Bosque, os aventureiros descobrem que o mago havia armado tudo para roubar o tal mapa. Foi uma tarefa difícil, visto que o mago utilizou de bruxaria para lubridiar os aventureiros. A aventura termina com o grupo retornando para Erimbar com o mapa em mãos, mas com um inimigo a solta: Daedulos havia fugido e havia jurado vingança.

Surpreendentemente, em Erimbar eles descobrem que o mapa que foram buscar era falso! Hamilton queria descobrir quem estava por trás desse roubo e precisava testar a lealdade de seus seguidores e de seus novos mercenários contratados. Contente com o desfecho da missão, o nobre explicou sobre o que se trata o mapa. O mapa levava a um lugar secreto na floresta que dizem as lendas existir uma árvore, um álamo todo feito de ouro maciço. Boatos ainda mais extravagantes contam que não se trata apenas de uma árvore, mas sim de um Jardim de Ouro!

Se é verdade ou não, ninguém sabe. O fato é que Hamilton Everbreath está disposto a arcar com os custos dessa empreitada. Os aventureiros Sean e Fenris aceitam participar da segunda parte da aventura. Mas as noites em Erimbar nunca são serenas para esta dupla…

A Árvore de Ouro, 1ª parte: O Traidor
Avalie o conteúdo

pinit_fg_en_rect_red_28 A Árvore de Ouro, 1ª parte: O Traidor

Leia Também: