Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Aventuras em Crivon, Crivon

Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final

Para ver o capítulo anterior, clique aqui.

Apesar de suas ordens, criatura que havia acabado de chegar, tinha seus próprios planos de combate. Se voltou para atacar Drigos, que sentiu no encontrão dado pela fera, os danos provocados pela força dela.

Bar-lgura Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final

O grande corruptor em forma de símio focou Drigos como inimigo.

Sombra da Morte buscou atacar Drigos e Markin, que mesmo se defendendo apropriadamente, não conseguiram evitar alguns de seus ataques.

O outro corruptor – posteriormente conhecido como Guldraz, novamente atacou Drigos, que sentiu seu vigor sendo abalado pelos ataques dos monstros e rapidamente se curou.

Sombra da Morte novamente tentou conjurar a escuridão de seu bastão, sendo mais uma vez impedido pelo grande poder magico de Merlin, que naquele instante sentiu que voltou a ser visível. Neste momento a criatura se voltou para o corruptor símio e disse:

– Mate o mago! Agooooraaaa!

Uma segunda voz, a de Sluguel, que vinha do círculo de fogo disse:

– Esqueça Sombra da Morte, Guldraz! Pegue a espada agora!

Neste instante, aproveitando a distração criada por Kraver, o alto elfo Markin S’man Tinthalion golpeou Sombra da Morte, com o segundo movimento de sua espada a atingiu no pescoço, destruindo a corda que prendia as cabeças dos elfos, fazendo com que o colar bizarro do monstro caísse ao chão.

Drigos golpeou Guldraz, atingindo-o poderosamente com sua punição divina imbuída na lamina de sua espada.

Wenishy, concentrando o poder na lâmina de sua vingadora sagrada, desferiu poderosos golpes no monstro.

24-01-17-5 Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final

Merlin, após dissipar as tentativas do corruptor em gerar as trevas que lhe dariam vantagem contras os heróis, criou uma esfera flamejante para confrontar Sombra da Morte. Fonte: Roll20.net

Merlin, por fim, atingiu a fera com uma grande esfera flamejante, que rompeu o peito da couraça do corruptor, no ponto onde o paladino o havia atingido, destruindo-o.

Kravinoffface-565x600 Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final

Coube ao brilhante Merlin deferir o golpe final em Sombra da Morte. Desenhista: Shin

A criatura urrou, não se sabendo se era pela dor da combinação dos golpes que a haviam devastado ou por saber que sua derrota lhe custaria muito caro, ao retornar ao Abismo de mãos abanando para Sluguel.

O fato é que, a criatura, em meio a uma coluna de fumaça enxofrada e chamas infernais, por fim, declarou em tom de raiva e ironia:

– Que pena! Se não tivessem me destruído, talvez eu lhes disse o paradeiro de seu precioso Noah!

O corpo da criatura se transformou numa fedorenta poça de pus, onde repousou o bastão de prata que ela portava.

O corruptor Guldraz, me se manteve de forma sanguinolenta em luta contra Drigos, foi rapidamente rechaçado pelo quarteto de heróis, sendo destruído em seguida.

24-01-17-6 Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final

Ambos os corruptores foram destruídos pelos heróis. Fonte: Roll20.net

Repentinamente, Markin se sentiu melhor, como se um grande peso ou a sensação opressora que o havia tomado tivesse sido levada, após destruir o colar com as cabeças dos elfos e a destruição de Sombra da Morte.

Em seguida, todo viram o círculo flamejante no ar oscilando, após a destruição do último corruptor presente e o viram implodir, enquanto ouviram a voz de Sluguel, que lhes disse ameaçadoramente:

– Isso não acabou mortais! Vocês podem ter vencido por hora. Mais eu, o Senhor da Dor, sou imortal e ainda estarei aqui para a minha vitória! Desfrutem da paz que conseguiram, enquanto podem!

O fato é que todos sentiram alivio por terem terminado com aquelas criaturas, e lhes pareceu que tudo havia acabado.

Kraver olhou para bela espada que estava cercada por chamas azuis, que lentamente se extinguiram até desaparecerem por completo.

gelderan Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final

O espírito de Gelderan reapareceu para os heróis.

O grupo se aproximou da Espada Dimensional, quando os irmãos Poderkaine sentiram que outras presenças estavam ali. Ambos se voltaram em direções opostas, em prontidão, aguardando um possível novo combate, quando todos puderam ver a presença espiritual de Gelderan surgindo próximo a espada fincada no chão.

O ser, olhou para eles com um ar de orgulho e lhes disse de uma forma em que foi compreendido por todos os presentes:

– Parabéns heróis! Vocês conseguiram impedir que Shaider Arul, em sua forma demoníaca como Sombra da Morte conseguisse se apropriar da Espada Dimensional e trazer seu amo, Sluguel – o Senhor da Dor, para o Plano Material de Crivon. Obrigado por terem agido como os guardiões deste território. Apenas lhes pedirei um favor: entreguem esta espada para minha encarnação nesta era.

Ansiando em checar as propriedades místicas da espada e do bastão deixados no chão, curioso com a declaração da aparição, rapidamente, Kraver perguntou:

– E quem é essa sua nova encarnação Gelderan?

O espírito respondeu:

– Ele é conhecido como Pictro Elosdragão de Bartha, Cavaleiro Elemental da Terra. Entreguem a Espada Dimensional a ele. Ele saberá o que fazer com ela.

Rapidamente Markin se direcionou até a espada, estendeu a mão e tocou seu cabo falando:

– Então assim será fei…

Antes de completar a frase, ao tocar o cabo, quando a puxou, percebeu que ela não se moveu nada e sentiu uma força atingindo, como se tivesse sido atingido por um coice, foi arremessado e caiu sentado no chão.

Todos olharam para o elfo, que apesar da pancada que sentiu, permanecia bem. Em seguida, Gelderan declarou serenamente:

– Apenas o puro pode segurar e empunhar a Espada Dimensional!

adran-irmao-de-adrie-60x200 Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final

Adran.

A chuva começou a parar, quando sentindo um novo arrepio, Drigos se voltou para trás, viu que outros três espíritos surgiram e avisou seus aliados que olharam e viram três elfos, duas presenças eram masculinas e uma era feminina.

Markin os reconheceu no ato e se arrepiou quando os viu, avisando seus amigos para que não se preocupassem, uma vez que estavam diante dos espíritos de Adran, Adele e Galion.

Os três espíritos olharam para os presentes com um ar de satisfação, Adran falou enquanto os demais se mantiveram num solene silencio:

– Estamos aqui para lhe agradecer Tinthalion! Graças a você e seus amigos nossos espíritos poderão ascender e descansar em paz, pois enquanto estávamos presos a sua existência estávamos sofrendo com o mal perpetrado por Sombra da Morte. Obrigado!

Markin com lagrimas nos olhos, fez uma breve reverencia para os espíritos e disse:

– Atenuou meu fardo saber que agora encontraram a paz. Sigam bem meus amigos, pois vocês foram vingados!

Os três elfos se entreolharam brevemente e Adran falou:

– Markin, não carregue a culpa por nossas mortes! Nós seguimos contigo seguindo nossos desejos e liberdade, e assim seguimos até nosso fim. Não carregue esse fardo! Você não foi o culpado.

Ao terminar sua fala, os demais espíritos consentiram com um meneio de cabeça, em concordância com o que Adran havia dito, enquanto uma lágrima rolou de um dos olhos de Markin, que apenas os observou consternado.

O espírito de Gelderan se pronunciou:

– É chegada a hora! Que os heróis tenham livre saída deste lugar.

espada-dimensional-600x522 Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final

A Espada Dimensional ficou com Drigos.

Ao terminar de dizer isso, cada espírito desapareceu e reapareceu em frente a um portal, eles estenderam suas mãos para as passagens místicas e após um momento, os portais mudaram de vibração. Merlin com parte de seu manto pegou o bastão que Sombra da Morte havia deixado e Drigos com sua capa pegou a Espada Dimensional e a envolveu.

Em sinal de respeito, cada um dos heróis cumprimentou os espíritos e após isso, eles fizeram a travessia pelo portal indicado por Gelderan.

Após atravessarem o portal, como se tivessem atravessado um espaço entre o sonho e a realidade, recobraram a consciência e perceberam que estavam na floresta, em algum lugar distante das ruínas e do pântano. As costas deles havia um grande carvalho, onde runas estavam presentes e pareciam exibir um tênue brilho que esmaeceu até se apagar completamente. A frente deles, divisaram uma fazenda não muito distante de onde estavam e julgaram que em pouco tempo alcançariam Vilaverde.

Eles estavam exaustos pelas longas batalhas que haviam travado, no entanto, após se entreolharem, em silêncio, tiveram o sentimento de dever cumprido, como a muito tempo não sentiam.

Enquanto faziam o caminho para Vilaverde, conversando sobre os últimos acontecimentos, na penumbra da floresta, olhos brilhando levemente avermelhados, observaram os vencedores do conflito em sua caminhada rumo a comunidade.

Para ver a continuação, clique aqui.

Criação e elaboração: Patrick, Aharon Gonçalves, Bruno Gonçalves, Bruno Santos, Diogo Borges.
Fontes de imagens: internet
Autoria da imagem da capa do artigo: Shin

Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final
5 (100%) 2 votes

pinit_fg_en_rect_red_28 Aventura CaLuCe: O plano de Sombra da Morte, final

Leia Também:

2 Comments

  1. Uma grande aventura com um desfecho impressionante e empolgante.

    Os Cavaleiros da Luz Celestial provaram, mais uma vez, que existem para impedir que o mal se prolifere em Crivon Toran.

    Os planos malignos de Sluguel e sua marionete, Sombra da Morte, nao deram certo.

    Agora, a Espada Dimensional esta segura novamente.

    Os heróis não descansarão ate devolverem-na para seu legitimo dono.

    Não só isso. Os CaLuCes irão atras de informações sobre o paradeiro de Noah, o arquimago mentor dos heróis e também sobre quais outras forcas ainda tramam na escuridão.

    Parabéns pela aventura e narração DM Patrick.

    Não preciso nem elogiar mais a qualidade do texto, você ja sabe que é excelente.

    Quero jogar!!!

  2. Bom De mais!!!
    Quero jogar!!!
    Excelente resumo.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén