Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Crivon, Histórias de Crivon

A ascensão de Tyr o Justo, parte I

The Rise of Tyr the Righteous, part I

Para que o mal triunfe basta que os bons fiquem de braços cruzados.
Edmund Burke

timthumb-600x226 A ascensão de Tyr o Justo, parte I

Tyr e sua espada – Veredicto – By Kev Walker

Conhecido como o primeiro mortal a ascender como divindade, sua história é passada por gerações entre os clérigos de sua ordem que as transmitem para o povo por meio de seus sermões e rituais ou através das lições de sacrifício de seus paladinos e crentes mais fervorosos.

Quando a Terceira Era de Crivon chegou a seu apogeu e os humanos haviam se espalhado e assentado pelo mundo, surgiu nas planícies, ao sul da antiga Mothávia Central – local onda está localizado o atual Protetorado de Ecnor, o Clã Ecnosis.

Esse clã possuía os mais combativos e audaciosos bárbaros dos tempos antigos. No entanto apesar de serem grandes guerreiros, eles nutriam um forte sentimento de honra e justiça que os diferenciava dos demais bárbaros daquele tempo.

Havia um ditado que dizia:

Um ecnosian luta como um bárbaro quando contrariado, mas quando ele luta por justiça, ele luta com a força de um dragão!

Esse ditado era atribuído ao fato do clã Ecnosis ter adotado o dragão como brasão de sua casta. Pois Seravon a Justa, Mãe dos Dragões Dourados de Crivon os havia elegido para serem patrocinados por ela, na medida em que os imbuiu de serem os guardiões de seus domínios e de suas crias.

seravon-golddragon-600x311 A ascensão de Tyr o Justo, parte I

Seravon a Justa elegeu os ecnosians como seus guardiões.

O descontentamento da Senhora da Discórdia

Báphira, a Senhora da Discórdia, que estava descontente com a aliança entre humanos e dragões – aproveitando um dos períodos de hibernação de Seravon, insuflou Irvantruss Escama de Lava, o Dragão Vermelho do Leste, para que cometesse alguns assassinatos em nome de Seravon, em troca, lhe prometeu os grandes tesouros que haviam sido reunidos pelos dragões dourados, conseguindo que ele destruísse e assassinasse todos os moradores de um pequeno povoado do Reino de Mothávia.

irvantruss-Monster_Manual_5e_-_Dragon_Red_-_p97-600x589 A ascensão de Tyr o Justo, parte I

Irvantruss o Escama Lava, o Dragão Vermelho do Leste.

Báphira, utilizando seu poder mágico, transmutou as escamas de Irvantruss em douradas, fazendo-o se passar por um dragão desta raça.

Posteriormente, transfigurada como o espírito de uma das pessoas mortas no ataque do pseudo dragão dourado, insuflou um grupo de guerreiros para atacarem as crias de Seravon. Deste fato, advieram os primeiros caçadores de dragões.

Báphira causou um divisão entre as pessoas que eram fiéis aos dragões metálicos e aqueles que queriam destruí-los. A Senhora da Discórdia seduziu as pessoas menos valorosas , passado o conhecimento de que através do sangue e das escamas dos dragões dourados estaria o poder para a longevidade e o acesso aos fantásticos poderes mágicos daquela raça de dragões.

Após uma grande luta entre as famílias, os sobreviventes da batalha, partiram e assassinaram as crias de Seravon, caçando-as e as assassinando uma a uma, por anos, até chegarem a o penúltimo dos dragões dourados, Elos a Vidente.

gendran-escamadouro A ascensão de Tyr o Justo, parte I

A perigosa Gendran Escamadouro, caçadora de dragões dourados.

Anos se passaram, enquanto o adormecido Seravon permaneceu desaparecido. Elos percebeu o intento de Báphira e sabendo que seu fim chegaria, instruiu o ecnosian Dorantyr Ecnosis, mestre de sua guarda, a partir com todos os integrantes de sua família, levando seu único ovo, antes que os assassinos chegassem, pois ela sabia que sua guarda enfrentaria a morte certa, caso enfrentasse Gendran a Escamadouro, que diziam possuir uma poderosa armadura feita de escamadas douradas, que lhe garantia uma defesa inexpugnável.

Antes de partirem, Elos fez uma previsão, que revelava três segredos que estavam ligados ao futuro de Crivon e os revelou a Dorantyr, que com o conhecimento deles, dizem ter envelhecido 30 anos.

Elos alertou Dorantyr que e o último ovo de dragão dourado fosse destruído, Seravon despertaria numa ira que jamais poderia ser aplacada, senão com sua destruição, pois Seravon se não fosse morta, causaria a morte de todos os humanos.

O surgimento de Tyr e a destruição de Ecnor

Durante os anos de fuga e exílio de Dorantyr e sua família, Tyr Ecnosis nasceu como o último filho de Dorantyr – ele tinha 75 anos e doze outras filhas quando Tyr nasceu. Tyr cresceu como um típico bárbaro, obediente a seu pai, Dorantyr e ouvindo suas irmãs. Mas sua força de espírito e seu ímpeto por justiça eram mais fortes do que sua obediência pelos desígnios de sua família, fato que preocupava seu pai, pois revelou a ele um dos segredos confessados por Elos.

tyr-1-420x600 A ascensão de Tyr o Justo, parte I

Tyr Ecnosis, filho de Dorantyr.

Com o passar do tempo, Tyr foi despontando como uma nova liderança em sua família, reunindo a sua volta muitos amigos, de seu clã e de outros povos. Contudo o novo líder de seu clã, Olmartus  Ecnosis, seu primo, temendo perder sua posição para o filho caçula do velho Dorantyr, passou a envir Tyr para missões fora das terras onde habitavam. Com isso, Tyr acabou desenvolvendo habilidades menos impetuosas, assumindo a classe de guerreiro.

Aquela época, sob a liderança de Olmartus, o clã Ecnosis, passou a ser um grupo de combatentes mercenários que lutavam em nome de reis, povoados e todos aqueles que lhes pudessem prover algum ganho, ou a manutenção de seu assentamento nas cercanias das Colinas Severas – onde atualmente está localizada a Cidade de Lothian. A esse assentamento foi dado o nome de Ecnor – Terra dos Ecnosians.

Durante esse período, Gendran Escamadouro, que havia conseguido prolongar sua vida magicamente, descobriu que um último ovo de dragão dourado estaria sob a guarda do povo de Dorantyr, que tinha características longevas e mágicas que eram relacionadas a salva guarda do ovo de dragão.

A mando de seu pai, Tyr e seus quatro companheiros de clã, Rastrell, Skylla, Sendilla e Auron estavam numa missão em busca da localização de Seravon e de vestígios de outros dragões dourados remanescentes.

Em suas viagens e aventuras pelas terras de Toran, as notícias eram desoladoras, pois não se encontravam vestígios sobre qualquer dragão dourado que outrora pudesse ter existido.

As viagens de Tyr e seu grupo os levaram a auto mar, pois havia uma estória de que um dragão dourado habitava as ilhas a leste da Cordilheira de Kardis. Assim, uma série de aventuras marítimas levaram a trupe para os mares de Crivon.

turaman-barbarian_by_zero_position_art-d3aptke-400x600 A ascensão de Tyr o Justo, parte I

Dorantyr não foi páreo para Turaman. By Zero Position

Enquanto Tyr navegava em busca do provável último refúgio de um dragão dourado.  Gendran e seus homens atacaram a Vila de Ecnor.

Durante o ataque, Dorantyr, antes de enfrentar o guerreiro Turaman – braço direito de Gendran, revelou a Sigarda, uma de suas filhas,  os segredos que Elos lhe havia confessado e partiu para o combate, para ganhar tempo para a fuga que  ela teria que empreender até encontrar seu irmão caçula, Tyr.

Dorantyr lutou contra Turaman e pereceu, tendo sua cabeça arrancada e fincada numa das alabardas que ficaram exposta na entrada da vila destruída.

Continua…

Criação e elaboração: Patrick Nascimento
Fonte de imagens: internet

A ascensão de Tyr o Justo, parte I
5 (100%) 2 votes

pinit_fg_en_rect_red_28 A ascensão de Tyr o Justo, parte I

Leia Também:

3 Comments

  1. Fantástico, adaptação e desenrolar da trama, sempre muito mair do q esperamos.

  2. Sensacional. Conhecer a história de Tyr, revelou para mim começar a entender a história da própria Ecnor, que bacana!

    Uma dúvida: Cita-se por volta do 3º período a existência da divindade como mortal e sua ascensão, mas me ajude a ter uma noção melhor com relação a época atual. Em anos, quanto tempo tem para a época atual de jogo?

    Espero ansiosamente pela continuação.

  3. Que história magnífica!

    Rica e cheia de ganchos, sem dúvida digna do deus da Justiça!

    Quais segredos seriam esses?
    Tyr conseguiria vencer Gendran e vingar a morte de seu pai (Dorantyr), tirada por Turaman?

    Aguardo pela continuação!

Leave a Reply

Theme by Anders Norén