Para ver a segunda parte, clique aqui.

crivon-anao-dwarven_warrior_for_tagmar_2_by_artigas-600x600 Contos sobre o Vale do Tormento, terceira parte

O anão Don (Dondanion), alertou para a aproximação de alguma coisa grande e sinistra.

A estratégia do grupo seria um ataque massivo contra a criatura no momento em que a mesma aparecesse na entrada daquela câmara, após o ataque mágico regrado a bolas de fogo e outras mágicas mais fortes dos artistas mágicos do grupo que enfraqueceriam a criatura para o ataque corpo-a-corpo, derrubando-a com tudo o que dispõem e terminar o combate rapidamente

Quando eis que surge de ante seus olhos um ser que outrora fora um grande reptiliano, mas apesar de exibir uma forma decadente e sombria, a de um esqueleto de dragão animado aparentemente, ainda parecia majestoso.

crivon-Dracolich_-_Dennis_Crabapple_McClain Contos sobre o Vale do Tormento, terceira parte

Eis que surgiu um morto-vivo inusitado.

Demonstrava uma presença aterradora e sinistra, na órbita de onde deveriam haver olhos somente podia-se ver uma tremulante e intensa luz verde de seu crânio, podia-se ver ainda, traços de couro acinzentado espalhados pelo corpo da criatura, bem como restos de seres que ficaram aprisionados em sua ossada.

Aqueles que se aproximavam podiam sentir que a entidade exalava um cheiro que mais parecia à mistura de mofo e terra gelada, sendo possível ver emanações saindo e entrando de seu esqueleto, além do frio que irradiava ao seu redor, dando a impressão de grande negatividade daquele ser (alguém perguntava se ele poderia drenar níveis – mais aí seria apelação demais – risos).

A criatura se dirigia até a entrada lentamente, num andar imponente e altivo.

DRACOLCH Contos sobre o Vale do Tormento, terceira parte

Pintura do artista e conselheiro do Lorde do Vale da Mão Estendida – o elfo Baraniel Cevenberethion, sobre o dragão Ridfeld.

O grupo percebendo a chegada da criatura imagina que pela forma como vinha (dada a experiências anteriores), que ela estava preparada para o confronto, no entanto no intimo dos aventureiros naquela câmara, um único ser não seria páreo para a quantidade de pessoas envolvidas naquele embate.

crivon-rorel-o-arqueiro-arcano Contos sobre o Vale do Tormento, terceira parte

Rorel, o elfo arqueiro arcano.

Quando o lich pôs o rosto esquelético naquela câmara, foi massivamente alvo das magias de Merlin, Markin,  e Karina que estavam dispostos separadamente para não sofrem retaliações em conjunto com o suporte da ladina Rebeca, naquele momento a caverna estremeceu e uma grande nuvem de poeira foi levantada impedindo a visão dos resultados.

O grupo de combate corpo-a- corpo formado por Wenishy, Rufus, Don e Alan aguardava a poeira baixar para começar o segundo levante do ataque, quando para surpresa de todos, o ser emerge da nuvem quase intacto, com um rugido aterrador e sombrio ele dispersa toda a poeira, batendo suas garras no chão ele brada (celebre frase! Risos):

“- Seus tolos… Como ousam invadir meus domínios e me desafiar? Agora pagarão o custo de sua ignorância com o maior bem que seres desprezíveis como vocês possuem… suas vidas!” (Lembro que usei bastante entonação na voz desta criatura, foi uma interpretação bem bacana)…

Ainda no combate contra o Dragão Lich, diante daquele inesperado acontecimento, alguns se atemorizaram, ficando impossibilitados em algumas oportunidades dado temor extremo que sentiram pela criatura, a ladina Rebeca ficou paralisada pelo confronto todo.

“Quando comecei a descrever que alguns de seus aliados e eles próprios simplesmente faziam nada contra a criatura em dado momento, vi o pessoal nervoso para valer”.

Tentando disfarçar o medo, o clérigo Alan avança com fé tentando afastar a criatura, mas sem sucesso ouve a criatura dizer:

“- Não existem deuses aqui para ouvir tuas súplicas clérigo, mas posso atender uma se envolver teu perecimento!”

alan-o-clerigo-280x600 Contos sobre o Vale do Tormento, terceira parte

Alan, o clérigo, foi o primeiro a perecer contra o dracolich.

E assim Alan se torna a primeira vítima dos ataques implacáveis da criatura (o pessoal estava chamado o bicho de especialista das garras e mordida, pois usava todos os ataques – risos) no entanto ele ainda se recuperou para ajudar mais uma vez antes de morrer.

Com muita ira o anão Don avança junto com Wenishy e Rufus contra a criatura, enquanto Merlin, Markins e Karina se unem com suas magias na tentativa de dar cobertura ao grupo.

Rorel percebendo que suas flechas seriam inúteis contra a criatura e vendo o desfalque no combate corpo-a-corpo lance-se para ajudar o grupo…

Continua…

Criação e elaboração: Patrick Nascimento, Bruno Santos, Diogo Coelho, Aharon Freitas, Bruno Freitas.
Fonte de imagens: internet

 

Contos sobre o Vale do Tormento, terceira parte
Avalie o conteúdo

Leia Também: