O DESPERTAR DO PODER

Toda criatura nasce com uma determinada aptidão para trilhar o caminho da magia. Quanto maior for esta aptidão, mais rápido o aprendizado. Isto ocorre porque existe uma conexão mística entre o mago e os alicerces da realidade que, em termos de regras, é representada pela vantagem Aptidão Mágica (AM).

Portanto, podemos afirmar que a Aptidão Mágica não é um mero “talento” para a conjuração de magias, mas sim uma medida abstrata do grau de interação entre o Mana e o indivíduo, de modo que ele poderia, a princípio, desenvolver esta conexão até transcender os limites de seu próprio “Eu”, alcançando, com isso, graus de compreensão cada vez mais elevados sobre a “quinta essência” que flui ao seu redor.

Como o mago toma consciência deste fato ainda é um mistério para os estudiosos, embora especule-se que talvez não exista nenhum tipo de padrão nestas “epifanias”, apenas trilhas individuais. Contudo, uma vez que ele percebe a possibilidade de galgar níveis de poder sequer imaginados pelos meros mortais, é difícil ignorar tal chamado.

Da mesma forma que se dá a descoberta, se dá o caminho em si mesmo. Para cada mago a busca é diferente. Muitos apenas seguem em frente, sem saber o que o futuro lhes reserva. Outros acreditam que poderão alcançar um status transcendente ou divino dessa maneira.

Ao aumentar seus níveis de AM o mago torna-se mais próximo da essência da magia. O despertar do poder parece ter consequências imprevisíveis em cada arcano, muitas vezes expondo facetas até então desconhecidas do seu “Eu” interior. Mas todos, sem exceção, ao abrirem uma nova porta em sua conexão com a mágica, desenvolvem uma compreensão mais profunda acerca da estrutura da realidade.

GURPS True High Fantasy – Capítulo II – O Despertar do Poder
Avalie o conteúdo

pinit_fg_en_rect_red_28 GURPS True High Fantasy - Capítulo II - O Despertar do Poder

Leia Também: