Orbe dos Dragões

Cenários, Aventuras e Sistemas de RPG

Aventuras em Crivon, Crivon

Aventura CaLuCe: Conflitos na estrada

Para ver o capítulo anterior, clique aqui.

Personagens:

Drigos “Fênix” Poderkaine (humano mothaviano) – paladino de Tyr de 11º nível
Joshua Wenishay Poderkaine (humano mothaviano) – paladino de Tyr de 11º nível
Kraver Kravinoff “Merlin”(humano mothaviano) – mago evocador de 11º nível
Markin’Sman Thintalion (elfo) – cavaleiro arcano de 11º nível

Prelúdio de inverno

Sessão do dia 08/08/2017

A noite havia acabado, o grupo despertou com uma sensação de dever cumprido, sentiram uma nova energia os contagiando e os enchendo com novos ânimos para enfrentarem qualquer desafio que por ventura o destino pudesse interpor em seu caminho.

Assim, o grupo andou o dia todo, afastando-se das florestas para se aproximarem cada vez mais das colinas e campinas. Agora, eles estavam subindo e descendo colinas, por territórios rochosos e com vegetação rasteira na maioria do tempo, ou coberta, em outros trechos, por trigo selvagem, altos o bastante para esconderem emboscadores.

Ao olharem para o céu, os paladinos viram um céu encoberto em pesadas nuvens, enquanto ventos gélidos os açoitavam, anunciando a queda iminente de neve.

Merlin, sempre preocupado em aquecer-se internamente, a cada instante – perdido em seus pensamentos, ou em deduções mentais que estava fazendo a cada instante, tentando ligar os pontos até ali, acendeu seu cachimbo, não se sabendo se era para se aquecer daquela temperatura ou se seria por conta do caldeirão de idéias que era sua mente.

O grupo andou por todo o dia pelas colinas e campinas, afastando-se do, outrora , ambiente florestal. Interpelado por um de seus amigos, Wenishay afirmou que seu aliados estavam nas Colinas do Grito. Explicou que o local outrora era o lar de bandidos, salteadores, mas que os soldados e a cavalaria ecnoritas haviam eliminado os líderes dos bandos de bandidos (recordou que aram dois os bandos: os perigosos Bandidos dos Prados e a Guilda do Grifo).

colinas-do-grito-600x386 Aventura CaLuCe: Conflitos na estrada

O grupo estava andando pelas Colinas do Grito, rumo a Fortaleza Guardiã. Fonte: internet

Enquanto ouviu seu irmão contar sobre a estória das Colinas do Grito, Drigos recordou que fora seu avô, Tebas “Dragão Branco” Poderkaine, um dos cavaleiros responsáveis por dispersar os bandidos naquela região, durante o último Inverno Crescente, ocorrido a 45 anos atrás.

Ambos os ecnoritas sabiam que essas guildas ainda agiam por ali, mas seus contingentes não representavam mais do que pequenos aborrecimentos aos comerciantes que mercavam entre as vilas, povoados e a Fortaleza de Helm (um dos maiores consumidores de especiarias e materiais daqueles arredores).

Markin interpelou seus amigos para poderem mensurar quanto tempo ainda teriam que viajar para chegarem até o próximo povoado, Joshua declarou que pelo ritmo que estavam seguindo, deveriam perfazer o caminho em no máximo dois dias a pé, sendo que o povoado mais próximo seria a Vila Leudras, já a menos de 1 dia da Fortaleza de Helm e principal ponto de comércio naquelas pradarias.

estatua-elfica-551x600 Aventura CaLuCe: Conflitos na estrada

A estátua da elfa, repleta de trepadeiras e afundada no pântano, fez parte da ilusão criada por Kraver para ocultar os heróis. Fonte: internet

Era certo que com o findar daquele dia se aproximando, o grupo teria que pernoitar na estrada. Assim sendo, graças a busca de Markin e Drigos, eles encontraram um local propício para acamparem a meio quilometro da estrada, onde puderam repousar, com a ajuda da camuflagem gerada por uma poderosa magia de ilusão criada por Kraver – que gerou no local do campamento a imagem copiada de um trecho do Pântano Flograthi.

Durante os turnos, Drigos teve a sensação de ter ouvido – vindo da direção da estrada, o som, bem fraco, de uma gargalhada. O paladino ficou desconfiado e alertou o irmão. Apesar da desconfiança, criada em relação a segurança do refúgio deles, os turnos transcorreram sem conflitos, para a paz dos aventureiros, que reiniciaram sua jornada bem cedo, pouco depois que o sol, entre nuvens pesadas e escuras, anunciava que o frio se intensificaria.

O grupo seguiu jornada pela Estrada de Ecnor por mais quatro horas, sentindo o vento frio, que vergava os pés de trigo selvagem e até os poderosos CaLuCes, que começavam a caminhar com dificuldades, não fossem as, ainda boas, condições da antiga estrada.

Anna-Gainsbroug-2-342x600 Aventura CaLuCe: Conflitos na estrada

A guardião Anna Gainsbroug.

Markin pensou no reencontro com Anna a Guardiã CaLuCe, uma clériga aliada de longas datas e imagina como daria a notícia do ainda persistente desaparecimento de seu amado Noah a sacerdotisa de Helm. Durante as Caçadas Insanas, a clériga havia seguida com uma pequena comitiva de mercadores rumo a sede central de sua religião, em busca da orientação do clericato do Grande Guardião (com é também conhecido o Arcanjo Helm) e de seu Sumo Sacerdote, o Grã-Guardião, Keldon Milithian.

Até que retornando de seus pensamentos, o elfo ouviu o som do clamor de vitória, vindo de longe, em algum ponto mais a frente, provavelmente no alto da colina que começaram a trilhar. Ao alertar seus aliados da possibilidade de um confronto iminente. Os heróis se apressaram, ao ouvirem o som de um grito estridente, ao que lhes pareceu ser um grito de morte, avistando uma coluna de fumaça que começou a se erguer aos céus.

Ao subirem, após dobrarem uma longa curva que dava numa área elevada, com rochas e alguns arbusto, o grupo contemplou o que lhes pareceu ser uma área de uma batalha que havia terminado, com a vitória de orcs e ogros sobre uma caravana.

Percebendo a presença dos aventureiros um dos orcs declarou para seus aliados em tom apreensivo:

Fala traduzida do orc:

– Vejam só (grunhiu em seguida)! Mais ecnoritas imundos! Mas eles não sabem que são poucos e nós somos muitos, muitos mais que eles!!!

Alertados da presença dos rivais, outro orc – que terminava de rasgar o pescoço de um cavalo moribundo para banhar-se com seu sangue, gritou:

Fala traduzida do outro orc:

– Pelas barbas de Kroatan¹ Imortal! Um deles é uma elfa asquerosa! Eeeeiiiii (gritou mais alto)!!!!!! Urt!!! Um dos adversários é uma elfa, dois parecem ser guardas-costas e outro deve ser um mercador rico! O patrão deles! Olha as armaduras e armas dos guardas-costas, parecem ricas!

Um combate pareceu iminente, será que a experiência e poder dos CaLuCes conseguirão vencer a fúria e tenacidade dos orcs do Clã das Colinas Sangrentas.

CaLuCes-1 Aventura CaLuCe: Conflitos na estrada

Um combate pareceu iminente. Fonte: Roll20.net

Enquanto isso, ao longe, uma misteriosa figura espreitava, impotente diante do grande número de inimigos, observou para ver os desdobramentos daquele confronto.

Para ver a continuação, clique aqui.

Criação e elaboração: Patrick, Aharon Gonçalves, Bruno Gonçalves, Bruno Santos, Diogo Coelho.
Fontes de imagens: internet
Autoria da imagem da capa do artigo: Shin

Legenda:
¹ - Kroatan - divindade dos orcs

Pontuações de experiência:

As pontuações de experiência pelas interpretações foram:

  • Drigos – 500 xp
  • Joshua  – 500xp
  • Kraver – 400 xp (pequeno atraso);
  • Markin – 500 xp
Aventura CaLuCe: Conflitos na estrada
5 (100%) 1 vote

pinit_fg_en_rect_red_28 Aventura CaLuCe: Conflitos na estrada

Leia Também:

2 Comments

  1. Parabéns, excelente narrativa , curti a tradução e quem sera esa figura oculta??

  2. Excelente narrativa !

    Os heróis agora se preparam para uma nova aventura, dessa vez ao sul do Protetorado de Ecnor.

    Mais desafios nos aguardam.

Leave a Reply

Theme by Anders Norén